Taça Confederações

19-06-2017 14:32

Adrien: "Portugal entra sempre para ganhar"

Médio português promete uma seleção ao melhor nível frente à Rússia.
Raúl Jiménez disputa uma bola com Adrien e Giovani dos Santos
Foto: Mário Cruz

Raúl Jiménez disputa uma bola com Adrien e Giovani dos Santos

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O médio português Adrien Silva afirmou, esta segunda-feira, que a seleção portuguesa de futebol, campeã europeia, vai ter de estar ao melhor nível frente à Rússia, na quarta-feira, para conseguir a primeira vitória na Taça das Confederações.

“Vamos em busca da primeira vitória, sabemos que vai ser um jogo bastante complicado perante o público deles – vão ter um apoio muito forte –, mas temos capacidade para contrariar”, afirmou o capitão do Sporting, em declarações à assessoria da Federação Portuguesa de Futebol.

A equipa das ‘quinas’ defronta a anfitriã Rússia, na quarta-feira, em Moscovo, na segunda jornada do Grupo A da competições, depois de se ter estreado no domingo, em Kazan, com um empate frente ao México (2-2).

“Portugal entra sempre para ganhar, não o fizemos no primeiro jogo, apesar de termos feito o necessário para o conseguir. Agora, não adianta pensar neste resultado, mas sim focarmo-nos no que temos de fazer contra a Rússia, que é ganhar”, frisou.

O médio ‘leonino’ disse também esperar dificuldades no jogo de encerramento do grupo, diante da Nova Zelândia, no sábado, em São Petersburgo.

“Ambas as equipas têm qualidade e são bem organizadas, sabemos que temos de estar ao nosso melhor nível para as contrariar”, rematou.

Após a primeira jornada, a Rússia lidera o agrupamento, com três pontos, graças à vitória por 2-0 frente aos neozelandeses, enquanto Portugal e México seguem no segundo posto, com um ponto.

Conteúdo publicado por Sportinforma