Supertaça

05-08-2016 08:40

Duelo entre Benfica e Braga abre nova época

Encarnados perseguem o sexto troféu, enquanto os arsenalistas ambicionam entrar para a galeria de vencedores.
Salvio disputa uma bola com Djavan durante o jogo entre Benfica e SC Braga a contar para a Taça da Liga
Foto: José Sena Goulão

Encarnados e Arsenalistas devem apresentar novidades

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Benfica e Sporting de Braga abrem a época futebolística 2016/17, no domingo, com a disputa da 38.ª Supertaça Cândido de Oliveira, em Aveiro, título que os tricampeões nacionais já conquistaram cinco vezes, enquanto os minhotos estão ‘a zero’.
O jogo, a disputar no Estádio Municipal aveirense (20:45), será arbitrado pelo lisboeta João Capela e coloca frente a frente o vencedor do campeonato ao da Taça de Portugal, com a particularidade de, ao comando dos minhotos, estar o treinador que a perdeu.
José Peseiro, agora técnico dos ‘arsenalistas’, liderava o banco do FC Porto, quando este saiu derrotado, no Jamor, pelos bracarenses, no desempate por penáltis (4-2), após o 2-2 no tempo regulamentar e prolongamento.
Sem qualquer título nacional no currículo, o treinador ribatejano defronta o congénere do Montijo, que, no seu primeiro ano à frente dos ‘encarnados’ conquistou o 35.º título nacional do Benfica, no que foi o seu segundo troféu nacional, depois de, em 2012/2013, ter vencido a Taça de Portugal no comando do Vitória de Guimarães, numa final frente ao seu atual clube.
É um Benfica sem o argentino Nico Gaitan e o campeão europeu Renato Sanches aquele que se apresentará em Aveiro, ou seja, sem duas das peças-chave na carreira triunfante dos ‘encarnados’ rumo ao ‘tri’.
No entanto, as hostes da Luz estão confiantes na sua ‘substituição’, tendo em conta as exibições de pré-temporada de reforços como André Horta (ex-Vitória de Setúbal) e Cervi (ex-Rosário Central), potenciais titulares no domingo, havendo ainda que contar com as ‘certezas’ Jonas, Mitroglou, Jiménez, Pizzi, Lindelof e Júlio César (o guardião Ederson, titular até final da época passada, encontra-se lesionado).
O Sporting de Braga, que perdeu, entre outros, o médio Luiz Carlos, Josué (regresso ao FC Porto) e Rui Fonte (de volta ao Benfica), tem expetativas nos reforços Ricardo Horta (ex-Málaga), Martinez (médio argentino), Bakic (médio montenegrino) e no uruguaio ‘criativo’ Luis Aguiar, este de regresso à ‘Pedreira’, mas impossibilitado de jogar a Supertaça devido a lesão.
É a terceira vez que os bracarenses disputam a Supertaça, mas a primeira que o faz na condição de detentor da Taça de Portugal.
O jogo será, também, o primeiro a servir de teste ao sistema de vídeo-árbitro, mas em modo ‘off’, ou seja, João Capela não terá acesso às imagens televisivas nem ajuizará lances a partir das mesmas.
Conteúdo publicado por Sportinforma