Taça das Confederações

10-06-2017 17:20

Portugal vencer as Confederações? Deco acredita que sim

O antigo médio da seleção portuguesa admitiu que a seleção reúne as condições.

Deco representou Portugal

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Deco admitiu hoje, à margem de um jogo de solidariedade para angariar fundos para uma criança com cancro, que "Portugal reúne todas as condições para vencer a Taça das Confederações” de futebol.

O ex-internacional português de origem brasileira, que se destacou no FC Porto, falou ainda de Sérgio Conceição, novo técnico da equipa portista, considerando que poderá ser a aposta certa para orientar os destinos do grupo.

"O Sérgio é um treinador com passos seguros na carreira. Sempre fez grandes trabalhos. Depois, há a sua própria personalidade, a forma como nunca se entrega nem aceita a derrota. É o que traz como treinador. Ele conhece o clube. Tem uma missão difícil, de quatro anos sem ganhar, não é fácil porque o clube não está habituado a isto. O Sérgio é a pessoas certa: se o escolheram é porque conhecem e sabem bem da sua capacidade", afirmou o jogador.

Quando o clube atravessa aquele que é o período mais longo da direção de Pinto da Costa sem conquistar um título de campeão nacional, Deco defendeu que o FC Porto “tem de pensar em voltar a ter hegemonia em Portugal, em vencer mais vezes”, porque “pensar num ano só é muito pouco para um clube como o FC Porto”.

Sobre Portugal, o antigo médio internacional português está confiante na prestação da seleção lusa na Taça da Confederações e revelou que a vitória é um cenário possível.

"Portugal tem talvez das melhores gerações de jogadores jovens da história, e tem Cristiano. Quando tens uma seleção com a capacidade técnica desta e dos melhores jogadores da história. Vivemos um momento impressionante, todos os dias ela acaba por surpreender e conseguir manter o nível que alcançou. E o Fernando Santo está a fazer um trabalho fantástico. Temos condições para chegar longe e de vencer a Taça das Confederações", afirmou ainda.

Costinha foi outra das figuras que esteve presente neste jogo e falou, entre outras coisas, no novo desafio que assumiu, ao assumir o cargo de treinador o Nacional, e nos objetivos que tem para o clube.

"É um clube com história e eu também quero escrever a minha no futebol português como treinador. Como tal vou encarar este projeto com todas as forças e com ambição superforte", revelou o técnico, deixando no ar a ambição o regresso à I Liga com a equipa madeirense.

Sobre a troca de treinadores no FC Porto, Costinha não tem dúvidas: "Saiu um grande treinador, o Nuno. Entrou um grande treinador, o Sérgio. Espero que tenha a sorte do lado dele, é um treinador com qualidade".

Helton, ex-guarda-redes do FC Porto, também esteve presente para dar o seu contributo e fez algumas revelações sobre o seu futuro profissional e a sua disponibilidade para continuar a jogar.

"Por que não? Surgiram algumas oportunidades, mas não no FC Porto. Ponderei algumas situações e dei prioridade à família. Se aparecer um projeto agradável, por que não?", reforçou.

Conteúdo publicado por Sportinforma