Fraude Fiscal

13-06-2017 14:54

Danilo: "Não faço ideia se ele [Ronaldo] sabe que foi acusado"

Na base da acusação estão os direitos de imagem do jogador português ao serviço do Real Madrid desde 2009 e que, desde 01 de janeiro de 2010, é considerado residente fiscal em Espanha.
Cristiano Ronaldo na final da Champions
Foto: Filippo MONTEFORTE / AFP

Cristiano Ronaldo na final da Champions

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A notícia da acusação de fraude fiscal a Cristiano Ronaldo por parte da justiça espanhola foi igualmente abordada na conferência de imprensa, mas Danilo assegurou que o ‘capitão’ da equipa das quinas não pareceu afetado: "Não faço ideia se ele sabe que foi acusado, não falámos sobre isso no balneário, mas, pelo seu ar, está muito bem”.

O Ministério Público de Madrid acusa o futebolista português Cristiano Ronaldo de ter, de forma "consciente", criado uma sociedade para defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros, segundo a agência de notícias espanhola Efe.

O futebolista português é acusado de quatro delitos contra os cofres do Estado, cometidos entre 2011 e 2014, que contabilizam uma fraude tributária de 14.768.897 euros.

Numa declaração enviada ao tribunal de instrução de Alarcón, em Madrid, o Ministério Público cita a recente sentença do Supremo Tribunal contra o futebolista Lionel Messi, do Barcelona, que o condenou a 21 meses de prisão por ter defraudado o fisco em 4,1 milhões de euros, e escreve que Ronaldo aproveitou-se de uma sociedade criada em 2010 para ocultar ao fisco as receitas geradas em Espanha pelos seus direitos de imagem.

Isto, para o fisco espanhol, supõe um incumprimento "voluntário" e "consciente" das obrigações fiscais de Cristiano Ronaldo em Espanha.

De acordo com a nota do Ministério Público enviada ao tribunal de instrução, em causa estão valores de 1,39 milhões em 2011, mais 1,66 milhões em 2012, a que se juntam 3,2 milhões em 2013 e 8,5 milhões em 2014.

Na base da acusação estão os direitos de imagem do jogador português ao serviço do Real Madrid desde 2009 e que, desde 01 de janeiro de 2010, é considerado residente fiscal em Espanha.

Conteúdo publicado por Sportinforma