Taça Confederações

16-06-2017 12:06

Negrete: "Portugal pode ser campeão do mundo"

O ex-jogador do Sporting vê Portugal como possível campeão do mundo
Manuel Negrete
Foto: DR

Manuel Negrete, antigo jogador do México

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O antigo internacional mexicano Negrete antecipa uma "partida equilibrada" entre Portugal e México, na estreia das duas equipas, este domingo, na Taça das Confederações de futebol, na Rússia, e garante que os campeões europeus podem vencer o Mundial'2018.

Em entrevista à Lusa, o ex-jogador do Sporting, que representou os ‘leões' em 1986/87, tece rasgados elogios à seleção portuguesa, apesar de defender que o seu país está igualmente bem preparado para a competição.

"Vai ser um bom jogo. O México tem uma boa equipa, tal como Portugal, que atravessa uma fase positiva, ganhou o Campeonato da Europa e é uma seleção renovada e que quer ganhar títulos. Sinto que o México também está assim: vem a jogar bem e chegam os dois num bom momento a este jogo", refere.

A Taça das Confederações surge como um ensaio geral da Rússia para a organização do Campeonato do Mundo no próximo ano e o antigo futebolista, hoje com 58 anos, acredita mesmo que Portugal pode chegar ao ‘trono’ do futebol mundial.

"Portugal pode ser inclusivamente campeão do mundo, se a isso se propuserem e se as circunstâncias do campeonato o permitirem. Portugal é sempre um dos favoritos, tem muito bons jogadores, costumam começar bem e caem por circunstâncias que nunca percebemos muito bem. É uma das equipas que pode ser campeã, porque joga bom futebol", assegurou.

O peso do capitão Cristiano Ronaldo na dinâmica dos campeões europeus é algo que Negrete vê com naturalidade e que "pode fazer a diferença", comparando o avançado português a outro ídolo do passado: o argentino Diego Maradona.

"Definitivamente, Cristiano Ronaldo está para Portugal como Maradona para a Argentina no Mundial1986. À imagem das grandes equipas que ganham os campeonatos é porque têm um líder que está bem e, por isso, dependem dele. Se Ronaldo estiver num bom momento, isso pode ter influência no resultado", disse.

A seleção mexicana conta no lote de convocados com Miguel Layún e Hector Herrera, do FC Porto, e Raúl Jiménez, do Benfica, um trio que conhece bem o futebol português. Consequentemente, o antigo médio espera que este trio possa ajudar a equipa com os seus conhecimentos privilegiados da realidade lusa.

"Temos muitos jogadores na Europa e isso é uma boa experiência. Já não se chega com o temor do desconhecimento. É uma vantagem entre aspas, porque a seleção portuguesa impõe respeito e sempre teve bons jogadores", sublinha.

Portugal estreia-se frente ao México, em Kazan, no domingo, às 18:00 locais (16:00 em Lisboa) defrontando a Rússia no dia 21, em Moscovo, e encerra a participação no Grupo A diante da Nova Zelândia a 24 de junho, em São Petersburgo.

A Taça das Confederações decorre na Rússia entre sábado e 02 de julho.

Conteúdo publicado por Sportinforma