Taça das Confederações

30-06-2017 09:02

Portugal vai tentar manter invencibilidade frente ao México

Em quatro encontro, a seleção nunca perdeu com os 'aztecas'.
Nani em ação no jogo de Portugal frente ao México na Taça das Confederações
Foto: EPA/Mário Cruz

Portugal empatou com o México na Taça das Confederações

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A seleção portuguesa de futebol procura no domingo manter a invencibilidade frente ao México, em novo duelo na Taça das Confederações, desta vez para a atribuição dos terceiro e quarto lugares da competição.

Em quatro encontros, Portugal nunca foi derrotado pelos 'aztecas' e, na estreia do torneio dos campeões, esteve mesmo a segundos de alcançar novo triunfo, mas acabou por permitir a igualdade.

Em Kazan, já nos descontos, Hector Moreno impediu o triunfo da seleção lusa e salvou o México de novo desaire perante os atuais campeões europeus.

Nesse encontro, Ricardo Quaresma e Cédric Soares fizeram os golos de Portugal, enquanto Javier 'Chicharito' Hernandez fez o primeiro dos vencedores da 'Gold Cup'.

Antes do duelo na Arena Kazan, Portugal e México tinham disputado apenas um jogo oficial, em 21 de junho de 2006, no Campeonato do Mundo que decorreu na Alemanha.

A seleção nacional bateu os mexicanos, por 2-1, e assegurou o primeiro lugar do grupo D do Mundial2006 e também o pleno de vitórias.

Em Gelsenkirchen, Maniche e Simão Sabrosa fizeram os golos da formação das 'quinas', na altura liderada pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, enquanto Kikin Fonseca, que dias mais tarde iria assinar pelo Benfica, reduziu para o México.

Em 2014, em Boston, nos Estados Unidos, as duas formações encontraram-se em plena preparação para o Mundial do Brasil e Portugal voltou a sorrir, desta vez graças a um remate certeiro do defesa-central Bruno Alves, já em tempo de descontos.

O primeiro duelo de sempre entre estas duas seleções aconteceu em abril de 1969, num jogo disputado no Estádio Nacional e que acabou a zero.

O Portugal-México está agendado para domingo, às 15:00 (13:00 de Lisboa), desta vez em Moscovo

Conteúdo publicado por Sportinforma