FC Porto

29-11-2016 23:50

Nuno: "Seria injusto pensar em mim neste momento"

O FC Porto empatou a zero bolas com o Belenenses, agora para a 1ª jornada do Grupo B da Taça da Liga. Os ´dragões` não marcam um golo há 430 minutos.
Nuno Espírito Santo
Foto: Lusa

Nuno Espírito Santo

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Nuno Espírito Santo continua a acreditar que tem a fórmula certa para tirar o FC Porto da crise em que se encontra. Os ´dragões` empataram a zero bolas com o Belenenses, em jogo da 1.ª jornada do Grupo B da Taça da Liga. A equipa não ganha há cinco jogos e não marca um golo há 430 minutos. Em declarações à RTP logo após o jogo, o técnico lamenta a falta de golos mas pensa que a equipa irá dar volta por cima. Nuno recusou a falar do seu futuro à frente do FC Porto.

Falta de golos: "É algo que nos preocupa, mas acima de tudo é injusto pelo trabalho dos jogadores, que não conseguem ver materializado o seu esforço e dedicação. Trabalhamos, insistimos e cremos que vai acabar. Acreditamos que vamos reverter esta situação", afiançou, em declarações à RTP.

Solução para a falta de golos: "É um problema nosso e só há um caminho: trabalhar para melhorar e consolidar o que de bom fazemos. Produzimos demasiado para não conseguir fazer um golo".

Exibição da equipa: "O Dragão apoiou-nos mas não fomos merecedores desse apoio. Representamos um clube com a máxima exigência, o Dragão merece vitórias e vamos dar-lhe vitórias".

Futuro de Nuno: "Seria injusto pensar em mim neste momento, penso na minha equipa. Tenho demasiado respeito pelo clube, pela massa adepta e pela profissão para me levantar amanhã com o meu amor-próprio e dar tudo o que tenho".

O FC Porto empatou a zero bolas com o Belenenses, agora para a 1ª jornada do Grupo B da Taça da Liga. Os ´dragões` não marcam um golo há 430 minutos.

Conteúdo publicado por Sportinforma