Futebol

07-04-2017 11:15

Fernando Gomes: "Ter video-árbitro na final da Taça é um motivo de orgulho"

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) considerou hoje que a utilização do vídeo-árbitro na final da Taça de Portugal é um desafio.
Fernando Gomes, Presidente da FPF
Foto: FPF

Fernando Gomes, Presidente da FPF

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) considerou hoje que a utilização do vídeo-árbitro na final da Taça de Portugal é um desafio e traduz a vontade de diminuir os erros e salvaguardar a verdade desportiva.

“Este projeto do vídeo-árbitro traduz o que é o nosso entendimento de criar as melhores condições possíveis para que os árbitros desempenhem da melhor forma a sua função, e que, acima de tudo, sejam diminuídos os erros que acontecem de forma a salvaguardar a verdade desportiva”, disse Fernando Gomes.

Em declarações divulgadas no site da FPF, Fernando Gomes considerou que “ter a responsabilidade de utilizar este sistema num jogo de grande dimensão, numa final da Taça de Portugal, é um desafio, um orgulho”, mostrando-se convicto de que mais uma vez, Portugal, vai “dar conta do recado”.

A FPF anunciou hoje que a final da Taça de Portugal, que oporá a 28 de maio o Benfica ao Vitória de Guimarães, vai contar oficialmente com o recurso ao vídeo-árbitro ‘live’.

O organismo explicou que, até agora, “o sistema de comunicação em tempo real entre VAR [Video Assistant Referee] e árbitro de campo só tinha sido utilizado em três partidas de preparação (Itália-França e Itália-Alemanha em 2016, ambos ‘semi live’, e, mais recentemente, o França-Espanha”.

Conteúdo publicado por Sportinforma