Taça de Portugal

07-04-2017 15:14

Pedro Martins favorável ao uso de vídeo-árbitro na final

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, considerou hoje benéfico o recurso ao vídeo-árbitro na final da Taça de Portugal de futebol.
Pedro Martins
Foto: Lusa

Pedro Martins

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, considerou hoje benéfico o recurso ao vídeo-árbitro na final da Taça de Portugal de futebol, com o Benfica, já confirmado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

A final entre vitorianos e ‘encarnados’, agendada para 28 de maio, no Estádio Nacional, em Oeiras, vai ser a primeira em "todo o mundo", de uma "prova de âmbito nacional", a ter "recurso a vídeo-árbitro", indicou hoje o organismo no sítio oficial na Internet, e o técnico vimaranense mostrou-se recetivo a tudo o que possa ajudar as decisões dos árbitros.

"Tudo o que seja para clarificar ainda mais o futebol acho extraordinário, desde que não se perca a essência do jogo e não haja grandes paragens. Tudo o que seja para ajudar os árbitros em momentos que até possam colocar em causa a dignidade do árbitro, é uma ferramenta extraordinária", afirmou, durante a conferência de antevisão ao jogo da 28.ª jornada da I Liga de futebol, entre Vitória e Tondela.

A FPF confirmou, na mesma nota, que "o árbitro de campo vai mesmo comunicar com os dois árbitros que estarão a visionar as imagens em direto do jogo" e que o Conselho de Arbitragem vai realizar "sessões de esclarecimento junto dos clubes finalistas" para os informar sobre os "limites de utilização do vídeo-árbitro".

O Vitória de Guimarães vai reencontrar o Benfica na sua sétima final da Taça de Portugal, após, no primeiro embate no Jamor entre as duas equipas, na época 2012/13, ter vencido por 2-1 e levantado o troféu pela primeira vez.

Conteúdo publicado por Sportinforma