Taça de Portugal

28-05-2017 19:25

Benfica soma 80.º troféu da sua história, mais a Taça Latina

A equipa de Rui Vitória venceu o Vitória de Guimarães por 2-1 na final da Taça de Portugal de 2017.
Equipa titula do Benfica na final da Taça de Portugal
Foto: Manuel de Almeida

Equipa titular do Benfica na final da Taça de Portugal.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Benfica somou hoje o 80.º troféu da sua história futebolística, ao conquistar a edição 2016/17 da Taça de Portugal, com um triunfo por 2-1 sobre o Vitória de Guimarães, na final do Jamor.

O clube da Luz, que ainda soma uma não reconhecida Taça Latina, um não oficial 81.º ‘caneco’, reforçou, assim, a liderança nacional, passando a somar mais seis troféus do que o FC Porto, que somou nova temporada em ‘branco’.

Nas provas nacionais de 2016/17, os ‘encarnados’ começaram por vencer a Supertaça (3-0 ao Sporting de Braga) e venceram a I Liga, fazendo o ‘tetra’, com mais seis pontos do que os ‘dragões’ e 12 face ao Sporting.

A única falha aconteceu na Taça Liga, prova em que o Benfica chegou mais longe do que os outros ‘grandes’, mas tombou nas meias-finais, no neutral Estádio do Algarve, ao perder por 3-1 com o Moreirense, que acabaria por vencer a prova.

Numa análise às últimas quatro temporadas, o Benfica soma 11 troféus, contra dois do Sporting e um de Moreirense, Sporting de Braga e FC Porto, que nada vence desde que arrebatou a Supertaça 2012/13, a 10 de agosto de 2013.

Depois da 74.ª vitória portista, que então ficou a liderar por cinco provas (74-69), o Benfica ‘desperdiçou’ apenas duas edições da Taça de Portugal, uma Supertaça e uma Taça da Liga, e virou para 80-74.

Na abertura da temporada 2017/18, a formação comandada por Rui Vitória pode aumentar o avanço, caso volte a superar o Vitória de Guimarães, na Supertaça Cândido de Oliveira, no primeiro fim de semana de agosto.

A formação ‘encarnada’ soma mais seis troféus do que o FC Porto, mas, contando apenas competições em que é necessário derrotar mais do que um adversário, a supremacia é ‘esmagadora’, com 74 troféus conquistados (75 com a Taça Latina), contra ‘apenas’ 51 dos portistas.

Conteúdo publicado por Sportinforma