Taça de Itália

17-05-2017 13:50

Juventus procura dar o primeiro passo para o sonho do 'triplete'

Lazio e Juventus decidem, esta quarta-feira, entre si a Taça de Itália.
Daniel Alves

Daniel Alves

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A pentacampeã italiana Juventus, ainda antes de poder chegar ao histórico 'hexa' e de defrontar o Real Madrid na final da Champions tem esta quarta-feira a possibilidade de conquistar a Taça de Itália no Olímpico e colocar no bolso o primeiro título entre três que pode encaixar nesta temporada.

Allegri ainda não sabe se poderá contar com Mandzukic e Dybala, que saíram tocados na partida frente à Roma e são dúvidas para o encontro frente à Lázio.

Com desafios mais importantes pela frente (Crotone e Cardiff), o técnico italiano não quer cometer riscos e deverá apresentar uma defesa com Barzagli, Bonucci e Chiellini. Com Dani Alves e Alex Sandro nas alas. No miolo, com as ausências de Khedira e Pjanic devem entrar para o seu lugar Marchisio e Rincon. A dúvida subsiste assim na utilização de Dybala e Mandzukic, que terão sempre como companhia no ataque Gonzalo Higuaín. Caso o emblema de Turim vença hoje a Lázio poderá ainda conquistar a Série A e a Champions e assim o almejado 'triplete'.

Já a Lázio de Filipo Inzagui deve responder dentro de campo com um 3-5-2, que se poderá desdobrar em 3-4-2-1, com Milinkovic, Biglia e Parolo na zona central e com Keita e Imobile na frente de ataque. No campeonato italiano, com duas jornadas por disputar, os romanos ocupam a quarta posição a 10 pontos do terceiro classificado Nápoles.

Ainda antes da final no Olímpico, na terça-feira, as duas equipas foram recebidas em audiência pelo Papa Francisco.

Lazio e Juventus medem esta quarta-feira forças a partir das 20h00.

Juventus (Onze provável):

Esquema tático: 3-4-2-1

Neto; Barzagli, Bonucci, Chiellini; Dani Alves, Marchisio, Rincon e Alex Sandro; Dybala, Mandzukic; Higuaín.

Lazio: (Onze provável)

Esquema tático: 3-5-2

Strakosha; Radu, De Vrij e Wallace; Lulic, Milinkovic, Biglia, Parola e Basta; Keita e Immobile.

Conteúdo publicado por Sportinforma