UD Rio Maior

06-09-2010 23:12

AG discute futuro do clube na terça-feira

Os sócios da UD Rio Maior reúnem-se na terça-feira em assembleia-geral para discutir o futuro do emblema ribatejano, que milita nos distritais de Santarém, depois de passagens pela II Divisão nacional de futebol.
AG discute futuro do clube na terça-feira

Por Sapo Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Gerido por uma Comissão Administrativa (CA) demissionária, cujos elementos já manifestaram indisponibilidade para continuar, o clube enfrenta dificuldades financeiras.

Segundo uma fonte da CA contactada pela Agência Lusa, o passivo do emblema riomaiorense é de cerca de 93 000 euros, em grande parte decorrentes de dívidas fiscais, e, na terça-feira, poderá mesmo ser colocada a votação a insolvência do clube.

Apesar de inicialmente agendada para hoje, a reunião magna acabou por ser adiada devido à indisponibilidade do espaço, ficando agendada para terça feira, às 21h30, nos Paços do Concelho de Rio Maior.

A “crise” do emblema da “Cidade do Desporto” agudizou-se na época 2008/2009, quando, a 22 de Maio, 21 jogadores do clube permaneceram 25 horas em protesto, junto ao Estádio Municipal da cidade.

Nessa altura, a UD Rio Maior disputava a fase de subida da série E da III Divisão, mas apenas evitou a descida com o recurso a 14 jogadores juniores do clube nos últimos três jogos, depois do abandono massivo dos seniores.

No início da época 2009/10, o clube abdicou da presença nas competições nacionais seniores e disputou a II Divisão distrital da Associação de Futebol de Santarém, terminando, este último escalão regional, na sexta posição, entre nove equipas, mantendo ainda a equipa de juniores.