Japão/Sismo

11-03-2011 12:49

Ricardinho «Prédios abanavam como árvores»

Pelo menos 40 pessoas morreram e 39 desapareceram na sequência do sismo registado hoje no Japão.
Ricardinho «Prédios abanavam como árvores»

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O jogador português de futsal Ricardinho sentiu hoje o sismo no Japão quando se dirigia para um jogo do Nagoya Oceans, algo que nunca esperou sentir, dizendo que os «prédios abanavam como se fossem árvores».

«Um susto enorme. Estava ali a assistir a uma coisa que nunca tinha sentido, nem imaginava sentir algum dia, mas a verdade é que por momentos (mais ou menos 50 segundos) tudo parecia que ia cair», relatou.

Num texto publicado no seu sítio oficial, o internacional português disse que «havia pessoas a sair a correr para a rua, os carros parados nas estradas, com algumas pessoas a sair dos mesmos, as árvores agitadas como se fossem cair a qualquer momento».