Seleção de Futsal

09-09-2016 21:37

Jorge Braz pede "ambição e coesão" para a estreia no Mundial

O técnico da equipa das quinas destacou a irreverência da Colômbia, a primeira adversária no Mundial.
Jorge Braz repete jogadores do Euro para o play-off com a S

Jorge Braz, selecionador nacional de futsal

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O selecionador português de futsal, Jorge Braz, disse hoje que Portugal terá de revelar “uma ambição e coesão muito grandes” para vencer a anfitriã Colômbia, na abertura do Mundial da modalidade, no sábado.

Sendo o primeiro jogo diante da equipa local, o técnico luso refere, em declarações difundidas pela Federação Portuguesa de Futebol, que “a Colômbia vai surgir com um entusiasmo natural”, considerando ainda que o adversário “vai ser uma equipa atrevida, entusiasmada e motivada por jogar em casa”. “São extremamente irreverentes, quer a defender, quer a atacar, mas estamos preparados para isso”, acrescentou, após o treino de hoje, efetuado em Cali, que será palco do encontro da primeira jornada do Grupo A.

Jorge Braz diz ainda que a preparação está concluída e só falta começar a jogar: “Associado à nossa organização, à preparação do jogo que fizemos, o resultado só pode ser positivo e é com esta mentalidade que vamos encarar o jogo”.

Segundo o técnico, “há várias seleções muito bem preparadas, países a crescer cada vez mais” na modalidade, contando com grande competitividade em todo o torneio: “Todos querem surpreender e têm qualidade e organização para isso, pelo que o Mundial será equilibrado, extremamente competitivo e com resultados extremamente equilibrados”.

O jogo entre lusos e colombianos terá lugar no Coliseo El Pueblo de Cali, a partir das 20:00 locais de sábado (02:00 de domingo em Portugal continental).

Além da Colômbia, Portugal tem como adversários no Grupo A do Mundial o Panamá, com quem joga a 13, de novo em Cali, e o Uzbequistão, o qual defronta dia 16, em Medellín.

Conteúdo publicado por Sportinforma