Mundial de futsal

17-09-2016 10:03

Jorge Braz:"Cumprimos o objetivo com distinção"

No jogo de Medellin, Ricardinho, que marcou três golos na baliza dos asiáticos e ainda um na própria baliza, foi a grande figura do encontro.
Jorge Braz
Foto: DR

Jorge Braz

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O selecionador nacional de futsal, Jorge Braz, congratulou-se na sexta-feira por Portugal ter alcançado o primeiro grande objetivo no Mundial da Colômbia2016, a qualificação para os oitavos de final, depois da goleada por 5-1 sobre o Uzbequistão.

Além do triunfo folgado, Portugal também garantiu o primeiro lugar no Grupo A, que lhe permite cruzar-se nos ‘oitavos’ com o terceiro colocado dos grupos C, D ou E, num embate marcado para as 20:00 locais de quarta-feira (02:00 de quinta-feira, em Lisboa), em Cali.

“Pela primeira vez, vencemos um grupo num Mundial. Cumprimos o objetivo com distinção. Independentemente do início da nossa participação ter sido com um empate [1-1 com a anfitriã Colômbia]”, começou por avaliar o técnico à assessoria de imprensa da Federação Portuguesa de Futebol.

Para Jorge Braz, Portugal, que chegou ao intervalo a vencer por 2-1, podia ter encerrado o primeiro tempo “a vencer por mais”, embora a equipa tenha conseguido controlar o jogo “de acordo com o que este exigia”.

“Neste jogo foi o que esperávamos: uma equipa organizada [Uzbequistão], que tentou, de forma inteligente, aproveitar algumas fragilidades pontuais que podíamos ter aqui ou ali. Um primeiro deslize resultou no golo deles, mas, mesmo assim, mantivemo-nos organizados”, destacou o selecionador.

Na segunda parte, Jorge Braz considerou que Portugal melhorou de rendimento, como “tem sido apanágio desta equipa, melhorar nas segundas partes, [depois] de refletir as primeiras partes no intervalo e corrigir uma série de situações”.

“Fizemos isso mais uma vez e na segunda parte foi muito bom. Podiam ter sido mais [golos] e estamos de parabéns por cumprir este primeiro objetivo. Agora vem ai uma nova fase”, concluiu o treinador.

No jogo de Medellin, Ricardinho, que marcou três golos na baliza dos asiáticos e ainda um na própria baliza, foi a grande figura do encontro, tendo André Coelho e Djô apontado os restantes tentos da equipa lusa.

Conteúdo publicado por Sportinforma