UEFA Futsal Cup

27-11-2016 18:50

Sporting empata e está na final-four

O Grupo D da Ronda de Elite da UEFA Futsal Cup jogou-se de quinta a domingo no Pavilhão Multiusos de Odivelas.
Marcão festeja
Foto: Mário Cruz

Marcão festeja

Por Miguel Henriques sapodesporto@sapo.pt

O Sporting empatou a três golos com o Dínamo de Moscovo, em jogo da terceira jornada do Grupo D da Ronda de Elite da UEFA Futsal Cup, garantindo assim a liderança e o consequente apuramento para a final-four da competição.

Os golos leoninos foram apontados por João Matos (6'), Diogo (23') e Cavinato (27'). Para o Dínamo marcaram Cirilo (9'), Fukin (10') e Fernandinho (35').

Sporting e Dínamo conhecem-se bem e respeitam-se. Os primeiros minutos foram por isso marcados pelo calculismo de parte a parte, e também por estilos de jogo diferentes. O Dínamo apoiava-se mais nos desequilíbrios através da técnica individual dos seus jogadores, ao passo que o Sporting privilegiava o seu jogo mais coletivo. Em encontros deste nível há um lugar comum que se ouve vezes sem conta: tudo se decide nos pormenores. E assim foi nesta primeira parte.

A equipa leonina até entrou melhor no encontro e chegou ao golo através de João Matos (6'). Déo fez a reposição lateral e o capitão apareceu a rematar de fora da área para o fundo da baliza. Ari ainda tocou na bola, mas esta acabou no fundo da baliza de Gustavo.

Mas nem o pavilhão cheio atemorizou os russos, habituados a palcos como este. Robinho criou um desequilíbrio ao passar por Merlim, e deixou a bola em Cirilo que apontou o golo do empate (8'). Dois minutos volvidos e a equipa treinada por Alekberov dava a volta à partida. Déo perdeu a bola em zona perigoso e foi Fukin a aproveitar para bater Marcão (10').

A necessitar de apenas um empate para seguir até à final-four, o Sporting via-se a perder na partida pela primeira vez. Para mudar a história, o Sporting teve de arriscar numa partida que se jogava nos limites da agressividade. O Dínamo chegou às cinco faltas quando ainda faltavam cinco minutos para o intervalo, nada que mudasse de sobremaneira a sua forma de defender. Apesar de um Sporting mais ofensivo, foi o Dinamo que esteve mais perto de golo quer por Fukin, como por Ari, em dois erros cometidos pelos leões.


O intervalo trouxe um Sporting mais determinado à partida e eficaz. Diogo testou Gustavo que defende e cede canto. Na sequência deste é Fortino a colocar o guarda-redes à prova. E ao segundo canto seguido surgiu o golo, mais um lance de bola parado bem ensaiado pela equipa treinada por Nuno Dias. Canto batido por Déo e Diogo remata de primeira para uma defesa infeliz de Gustavo que deixou a bola entrar por baixo das suas pernas.

Os leões atravessavam um bom momento na partida e continuaram a fazer a diferença nas bolas paradas. Aos 27 minutos, a equipa da casa voltou a estar em vantagem para a alegria dos 2264 adeptos que encheram o Multiusos de Odivelas. Canto de Merlim, remate cruzado de João Matos e Cavinato apareceu ao segundo poste a confirmar o golo (3-2).

A precisar de dois golos, acentuou-se a pressão do Dínamo na partida como era esperado. Sempre na procura dos duelos individuais, a formação russa chega ao empate por Fernandinho. O brasileiro encara Cavinato, puxa a bola para o meio e remata de pé direito para o 3-3 no encontro.

Quando faltavam descontar no cronómetro três minutos para o final do encontro, chegou a hora do Dínamo arriscar tudo, passando a jogar com Fernandinho como guarda-redes avançado. O resultado não voltou a mudar, mas o final do jogo ficou marcado por muitas picardias. O encontro esteve interrompido por vários minutos, quando faltavam apenas jogar três segundos.

Os jogadores de parte a parte envolveram-se numa troca acesa de palavras, contudo tudo acabou por ficar resolvido e lá se jogaram os instantes finais da partida. Com este empate, o Sporting passou a somar 7 pontos no Grupo D, os mesmos que o Dínamo, porém beneficiou da melhor diferença de golos.

Os leões fizeram a festa em Odivelas e juntou-se a Kairat, Inter Movistar e Ugra na final-four da UEFA Futsal Cup, somando assim a sua quinta presença nesta fase da competição.

Cinco inicial Sporting: Marcão, Leo, Alex Merlim, Diego Cavinato e Dieguinho;
Jogaram ainda: Varela, Pedro Cary, Djô, Diogo, João Matos, Déo e Fortino;

Cinco inicial: Gustavo, Badretdinov, Nando, Burkov e Fernandinho;

Jogaram ainda: Ari, Fukin, Robinho, Cirilo, Suchilin e Wilde;

Andamento marcador: 1-0, 1-1, 1-2, 2-2, 3-2, 3-3;

Golos: João Matos (6'), Cirilo (9'), Fukin (10'), Diogo (23'), Cavinato (27') e Fernandinho (35');

Conteúdo publicado por Sportinforma