Golfe/Open de Portugal

13-05-2017 23:50

Matt Wallace segura liderança, Lima ameaça, mas termina a sete pancadas

O 55.º Open de Portugal em golfe, termina no domingo no Morgado Golf Resort, em Portimão.
Morgado Golf Resort
Foto: Lusa

Morgado Golf Resort

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O inglês Matt Wallace continuou hoje a dominar o 55.º Open de Portugal em golfe, mas viu o alemão Sebastian Heisele aproximar-se, num dia em que Filipe Lima ameaçou, mas acabou ainda longe da frente.

Wallace esteve imparável nas duas primeiras voltas, cumprindo os 36 buracos em 129 pancadas, 17 abaixo do par do campo, mas hoje esteve mais irregular, tendo efetuado apenas quatro 'birdies' (uma pancada abaixo do par do buraco) e quatro 'bogeys' (uma acima), os primeiros que registou no torneio.

Quem aproveitou esta irregularidade do jogador britânico foi Heisele, que se tem mantido relativamente próximo de Wallace e, perante o par do inglês no dia de hoje, fechou a terceira volta com duas pancadas abaixo, reduzindo a sua desvantagem para três e deixando claramente em aberto a luta pelo título no domingo.

Esta ronda de Wallace permitiu a aproximação de outros jogadores, que, além de terem de efetuar uma boa última volta no domingo, ficam agora a aguardar por nova volta menos conseguida do líder.

Na terceira posição, a quatro pancadas de Wallace, segue o seu compatriota Sam Walker, o quarto é o francês Matthieu Pavon, a cinco, a quinta posição é para o finlandês Tapio Pulkkanen, a seis pancadas, enquanto, na sexta posição, já a sete pancadas, segue um grupo de sete jogadores, entre os quais o português Filipe Lima.

O jogador luso fechou a segunda volta a nove pancadas de Wallace e, depois de uma primeira parte de volta em que estava a recuperar - fez cinco 'birdies' e um apenas um 'bogey' nos 14 primeiros buracos -, fechou o dia com dois 'bogeys' nos últimos quatro buracos, ficando assim a sete pancadas do comandante.

Mais distantes estão os outros dois portugueses ainda em prova, Ricardo Santos e Pedro Figueiredo.

Autor de uma boa segunda volta, Ricardo Santos esteve hoje menos bem, acabando a volta com uma pancada acima do Par do campo, o que o deixa na 35.ª posição, com um total de 214 pancadas, cinco abaixo do par.

Depois de ter assegurado o 'cut' mesmo no final da segunda volta, num dia em que efetuou uma excelente recuperação, Pedro Figueiredo esteve igualmente irregular hoje, cumprindo a volta com uma pancada abaixo, mas com um resultado de seis 'birdies' e cinco 'bogeys'.

O 55.º Open de Portugal em golfe, prova dotada com 500 mil euros em prémios monetários e pontuável para o European Tour e Challenge Tour, termina no domingo no Morgado Golf Resort, em Portimão.

Conteúdo publicado por Sportinforma