Hóquei em patins

10-04-2017 20:10

Secretário de Estado do Desporto entregou medalha de mérito a Luís Sénica

Selecionador nacional de hóquei em patins foi homenageado pelo título europeu conquistado em 2016.
Est
Foto: Lusa

Selecionador nacional de hóquei em patins foi homenageado pelo título europeu conquistado em 2016.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Secretário de Estado da Juventude e Desporto afirmou hoje em Sesimbra que a atribuição da medalha de mérito desportivo ao selecionador nacional de hóquei em patins, Luís Sénica, é "uma das boas razões para se falar de desporto".

"Hoje estamos aqui a homenagear o que verdadeiramente interessa no desporto. Nos últimos dias - como têm acompanhado todos - temos falado de desporto não pelas melhores razões. O despacho que justifica a atribuição desta medalha de mérito desportivo, no fundo, enuncia por que razão foi atribuída esta medalha ao Luís Sénica", disse João Paulo Rebelo, referindo-se à polémica dos últimos dias relacionada com a violência no futebol português.

Sobre Luis Sénica, o governante diz que "o que vai ser motivo de recordação vai ser o seu exemplo”.

“Estamos a reconhecer e a valorizar o exemplo de alguém que se distinguiu no desporto, que se distingue e, garantidamente, se continuará a distinguir, servindo de exemplo não só para os mais jovens, mas para todos nós", disse aos jornalistas o secretário de Estado, que presidiu à cerimónia de homenagem ao selecionador nacional de hóquei em patins, no Auditório Conde Ferreira, em Sesimbra.

Entre os muitos títulos que conquistou nas seleções, Luís Sénica foi campeão europeu da modalidade em 2016, em Oliveira de Azeméis, vice-campeão da Europa em 2008 e medalha de bronze no campeonato do mundo de 2009, ano em que conseguiu conquistar a Taça das Nações da modalidade.

Ao serviço do Benfica, Luís Sénica também se sagrou campeão europeu em 2013, além de ter conquistado um título nacional, duas Supertaças e uma Taça de Portugal.

Na homenagem, que contou com presença do presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, e do presidente da Federação de Patinagem de Portugal, Fernando Claro, o homenageado Luís Sénica lembrou que se iniciou no hóquei em patins no Grupo Desportivo de Sesimbra, com a construção de um pavilhão desportivo na vila piscatória.

"Tenho muito orgulho em dizer que, em 1974, quando começámos com o hóquei em Sesimbra, não tínhamos referências. Começa-se com o hóquei porque há a construção, o sonho de um pavilhão numa vila piscatória, longe de tudo. Há quarenta e muitos anos era difícil chegar a Lisboa, a 30 quilómetros. E esse pavilhão transformou as nossas vidas", recordou Luís Sénica.

"Lembro-me que o primeiro contacto que tive foi com uma grande figura do hóquei, o saudoso Raio, um ícone da nossa modalidade que veio a Sesimbra para nos estimular. Ainda hoje tenho isso como exemplo. Acho que temos de ir aos sítios, motivar as crianças, temos de fazer aquilo que nos fizeram a nós de positivo", acrescentou o homenageado.

Apesar de já ter muitas conquistas na modalidade, Luís Sénica deixou claro que o mais importante é o que ainda está para vir, a começar pela participação da seleção portuguesa na Taça das Nações de hóquei em patins, na cidade de Montreux, na Suíça, e afirmou-se confiante no futuro da seleção nacional de hóquei em patins.

"O hóquei tem melhores jogadores, com muita qualidade. Tem belíssimos treinadores em Portugal. A seleção portuguesa está bem e recomenda-se, temos seleção com futuro, temos gente com excelência para os próximos 20 anos. Certamente que teremos mais vitórias, seja quem for que esteja a liderar as seleções", concluiu Luís Sénica, no dia em q1ue foi distinguido com a medalha de mérito desportivo.

Conteúdo publicado por Sportinforma