Hóquei em Patins

11-05-2017 08:45

Oliveirense em Espanha à procura do primeiro troféu da Liga Europeia

Numa altura em que lidera o campeonato nacional de hóquei em patins isolada, a Oliveirense procura a conquista do primeiro troféu da Liga Europeia.
Oliveirense numa partida frente ao FC Porto
Foto: Sergio Azenha

Oliveirense numa partida frente ao FC Porto

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Numa altura em que lidera o campeonato nacional de hóquei em patins isolada, a Oliveirense procura a conquista do primeiro troféu da Liga Europeia, disputando a 'final four' com o Benfica, detentor do título, e os espanhóis de Réus e Barcelona.

No fim de semana, em Lérida, Espanha, a equipa comandada por Tó Neves, atual vice-campeã europeia, vai apresentar-se na máxima força e com vontade de "fazer alguma surpresa".

Em declarações à agência Lusa, o treinador português revelou uma enorme confiança na conquista do título europeu, mas mostrou-se consciente das dificuldades que o grupo vai encontrar pela frente, nomeadamente na meia-final, onde vai defrontar a 'superpotência' do Barcelona.

"Não é normal estar um ano sem ganhar. Nós vamos na ilusão de fazer alguma surpresa. Vamos com bastante ambição", começou por dizer o técnico da equipa de Oliveira de Azeméis, que viaja hoje para Espanha.

Esta é a segunda ‘final four’ da Liga Europeia consecutiva que a Oliveirense alcança, sendo que na época passada, nas meias-finais, disputadas na Luz, derrotou o campeão italiano, o Forte dei Marmi, mas perdeu na final com Benfica.

Para ultrapassar o Barcelona, Tó Neves não tem dúvidas do que é necessário.

"O importante é nós acreditarmos e respeitarmos o Barcelona. Não temer, mas respeitar. O Barcelona tem uma equipa fortíssima, que não tem pontos fracos. Perdeu no ano passado a meia-final com o Benfica, é portanto um adversário cauteloso e com muita vontade de ganhar. Mas nós temos também as nossas armas e gostávamos muito de ter condições de lutar olhos nos olhos com o Barcelona", começou por dizer o treinador. "Temos noção que para estarmos na final temos que ter a melhor Oliveirense", acrescentou.

Tó Neves acredita ainda que é necessário ter a sorte do lado da equipa portuguesa e que, se assim for, as coisas poderão ser positivas para a Oliveirense.

Apesar de considerar que nesta altura da prova não há equipas favoritas, Tó Neves não hesita em apontar que "o Barcelona é a equipa com mais opções e que está mais bem apetrechada”.

“Agora isso muitas vezes não funciona em termos de resultados. Foi o Barcelona que nos calhou e é com ele que vamos ter que jogar. Mas vamos dar tudo por tudo para termos o nosso lugar na final", disse ainda.

Já Ricardo Barreiros, capitão da equipa Oliveirense, explicou que na bagagem desta viagem para Lérida a equipa leva muita ambição e vontade de ir mais longe.

"O sentimento é de esperança que seja desta, de muita vontade de competir, de voltar a ter as boas sensações que tivemos na meia-final do ano passado e de ganharmos o direito de competir na final. Queremos dar continuidade ao trabalho que fizemos até aqui", referiu.

O jogador português sabe bem o que é necessário para alcançar o título europeu e revela-o sem quaisquer receios: "Quero que a equipa mantenha uma coisa que somos os únicos a conseguir que é não perder nesta prova. Basta que isso continue a acontecer e somos campeões".

No sábado, a Oliveirense e o FC Barcelona são as primeiras a entrar no rinque do Pavilhão Barris Nord, às 16:15, seguindo-se a meia-final entre Benfica e Reus, às 18:30.

Conteúdo publicado por Sportinforma