Hóquei em patins

16-03-2017 16:17

Novo treinador do Sporting: "FC Porto é uma equipa tremenda mas não imbatível"

O treinador que assinou um contrato por duas temporadas com os ‘leões', reiterou a vontade de vencer o encontro.
Hóquei em patins: Paulo Freitas num treino do Sporting
Foto: DR

Hóquei em patins: Paulo Freitas num treino do Sporting

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O novo treinador de hóquei em patins do Sporting, Paulo Freitas, afirmou hoje que será "mais um a lutar pelos mesmos objetivos" na equipa, salientando a forma "fantástica" como foi recebido pelo plantel.

“A partir do momento em que aqui cheguei, a mensagem que foi transmitida foi: sou mais um a lutar pelos mesmos objetivos. Foi fantástico e fui muito recebido. Conheci, obviamente, todos os jogadores, uns de relação mais próxima do que outros, mas fui recebido de braços abertos”, começou por dizer o técnico, que substituiu Guillem Pérez no cargo.

Na antevisão ao encontro dos 16 avos de final da Taça de Portugal diante do FC Porto, o antigo treinador do Óquei de Barcelos admitiu que um clube como o Sporting tem que estar sempre focado em triunfar, no entanto, frisou que a pressão deve ser encarada com naturalidade.

“Quando chegamos a um clube com a pressão que tem o Sporting, necessariamente temos que pensar em ganhar. A pressão é algo que em todos os momentos da nossa vida acontece e somos uns felizardos por fazer aquilo de que gostamos. Portanto, a pressão é mais abrangente e mais complicado", argumentou.

Relativamente ao ‘clássico' de sábado, Paulo Freitas reconheceu que a equipa do FC Porto "é consolidada, leva dois anos com o seu treinador e tem uma filosofia muito própria", mas lembrou que “apesar de tremenda, não é imbatível”.

A terminar, o treinador que assinou um contrato por duas temporadas com os ‘leões', reiterou a vontade de vencer o encontro, alertando que a sua recente chegada ao comando da equipa não servirá de desculpa para qualquer que seja o resultado final.

“Nos clássicos, não há favoritos e encaramos o jogo com a perspetiva de o ganhar. Estamos a trabalhar e não nos vamos agarrar ao facto de ter chegado há pouco tempo. Queremos ir ao Dragão Caixa (pavilhão do FC Porto) discutir o resultado e passar a eliminatória”, concluiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma