Hóquei em patins

17-06-2017 22:36

Pedro Nunes: "Isto é o campeonato do Paulo Rainha"

Técnico do Benfica diz que o árbitro "mudou o campeão" a nove segundos do fim.
Jogadores do Benfica reagem ao empate com o Sporting que lhes tirou o título de campeão
Foto: Miguel A. Lopes

Jogadores do Benfica reagem ao empate com o Sporting que lhes tirou o título de campeão

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Mesmo passados longos minutos após o final do dérbi com o Sporting, o inconformismo de Pedro Nunes, treinador do Benfica, em relação ao que aconteceu em Alverca não deixou dúvidas nas declarações aos jornalistas. O técnico encarnado não poupou nas críticas à arbitragem e particularmente a Paulo Rainha, que fez dupla com Júlio Teixeira.

"As emoções estão ao rubro e a adrenalina no máximo. Fiz um esforço para ser o mais lúcido possível. Isto é o campeonato do Paulo Rainha. O Benfica não foi uma boa equipa na maior parte do jogo. Entrou um pouco reativa, mas jogou com muita alma e coração e acabou encarnando esse espírito de nunca desistir. E conseguiu. Se calhar, por isso, estou mais desiludido com o desfecho final", começou por referir Pedro Nunes.

O técnico benfiquista focou depois a atenção no golo invalidado a João Rodrigues que impediu o triunfo e deu o título nacional ao FC Porto. "Se o jogo tivesse acabado cinco minutos antes, era o primeiro a dar os parabéns ao Sporting e ao novo campeão nacional. O jogo ficou marcado por um golo anulado. Segundo o que o João Rodrigues me disse, a bola bateu no jogador do Sporting. É um lance que dita o campeão. Ao anular-se este golo, está a mudar-se o campeão. Falo em erro de premeditação e foi decidido pelo senhor Paulo Rainha a nove segundos do fim", lembrou.

"No entanto, todos os campeões são justos e o FC Porto vence com todo o mérito, é completamente alheio a esta decisão. Estamos tristes, abatidos, mas não estamos mortos. Temos mais uma competição para disputar. A frustração real é perder um campeonato por um erro de premeditação a nove segundos do fim. O campeonato é uma prova de regularidade e, até a nove segundos do fim, o Benfica era a equipa mais regular. A minha frustração é por não ganhar um campeonato que não nos deixaram ganhar", acrescentou.

Pedro Nunes admitiu ainda que será complicado voltar a focar os jogadores nos próximos jogos, na decisão da Taça de Portugal. "Não vai ser fácil. Não existem lágrimas, existe inconformismo e revolta pelo que aconteceu. Para um jogo que decidia o título, acho que este até foi um jogo fácil de gerir, porque os jogadores não complicaram", adiantou.

"Esta equipa já revelou que na adversidade se consegue superar. É isso que nos vamos preparar para fazer. Queremos chegar a Gondomar no melhor estado possível. Mentiria se dissesse que vamos chegar bem e, obviamente, não vai ser fácil", concluiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma