Jogos Olímpicos

03-07-2017 09:23

Presidente sul-coreano quer Coreia do Norte nos Jogos de Inverno de 2018

Moon Jae-In pediu esta segunda-feira ajuda ao Comité Olímpico Internacional para convidar a Coreia do Norte para a prova em Pyeongchang.
Moon Jae-In, presidente da Coreia do Sul
Foto: DR

Moon Jae-In, presidente da Coreia do Sul

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, pediu esta segunda-feira ajuda ao Comité Olímpico Internacional (COI) para convidar a Coreia do Norte para os Jogos de Inverno de 2018, em Pyeongchang.

Tal como o presidente do COI, Thomas Bach, Moon é favorável a uma participação conjunta das duas Coreias, na primeira vez que o país do Sul acolhe uma edição dos Jogos de Inverno.

Depois de uma reunião com Bach, o presidente sul-coreano falou de “uma diplomacia desportiva”, solicitando a colaboração do COI para permitir a presença da Coreia do Norte em Pyeongchang.

“Se a Coreia do Norte participar, isso será uma contribuição do espírito o olímpico para a paz na região e no mundo, melhorando a harmonia do ser humano”, disse um porta-voz do presidente sul-coreano à saída do encontro com Thomas Bach.

Segundo o mesmo porta-voz, Moon Jae-In pretende que os próximos Jogos de Inverno sejam os “Jogos da paz, que permitam aliviar a tensão entre as duas partes”.

Os líderes sul-coreanos têm insistido para que a Coreia do Norte - que tinha boicotado os Jogos Olímpicos de Seul em 1988 – participe nos Jogos de Inverno de Pyeonchang, propondo a ideia de "Jogos Olímpicos da Paz".

Coreia do Norte e Coreia do Sul estão separadas por uma das fronteiras mais militarizadas do mundo e ainda estão oficialmente em guerra, apenas um armistício, e não um tratado de paz, foi assinado no final da guerra de 1950-1953.

Conteúdo publicado por Sportinforma