Rio2016

03-08-2016 23:31

TAS admite número recorde de 18 recursos, 11 de atletas russos

Os nove recursos ainda por analisar dizem respeito a 16 atletas russos de natação, halterofilismo, ciclismo, remo e luta.
Tribunal Arbitral do Desporto
Foto: D.R.

Tribunal Arbitral do Desporto

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) admitiu 18 recursos desde a sua abertura do Rio de Janeiro a 26 de julho, um número recorde numa única edição dos Jogos Olímpicos.

Para o número recorde contribuíram os 11 recursos interpostos a título individual ou coletivo por atletas russos excluídos dos Jogos após a publicação a 18 de julho do 'relatório McLaren', que denunciou a existência de um programa de dopagem no desporto russo, com apoio estatal.

Dois dos 11 recursos interpostos por atletas russos transitaram já em julgado, com decisões desfavoráveis para oito halterofilistas e 17 remadores russos.

Os nove recursos ainda por analisar dizem respeito a 16 atletas russos de natação, halterofilismo, ciclismo, remo e luta.

Conteúdo publicado por Sportinforma