Diretor do espetáculo

06-08-2016 01:09

"Donald Trump vai odiar cerimónia de abertura" dos Jogos

Fernando Meirelles disse que a cerimónia vai ter índios, negros, mulheres, transsexuais.
Cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016
Foto: Lusa

Cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Donald Trump vai odiar a cerimónia inaugural dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, afirmou esta sexta-feira Fernando Meirelles, responsável pelo espetáculo.

“Bolsanaro odiará a cerimónia. Trump também”, afirmou na sua conta no Twitter o premiado realizador brasileiro, que fez filmes como a “Cidade de Deus”.

A frase faz referência ao candidato republicano norte-americano e ao deputado brasileiro Jair Bolsonaro, um congressista e ex-militar que representa a direita no Brasil e que provocou já várias polémicas pelas suas posições contra os homossexuais, feministas, índios e negros.

“Pelo menos nisso acertamos”, acrescentou o realizador que criou a festa de abertura na sua mensagem a manifestar a sua satisfação por incomodar dois polémicos políticos.

Sem adiantar grandes pormenores sobre o espetáculo, Fernando Meirelles disse que a cerimónia vai ter índios, negros, mulheres, transsexuais e um alerta contra os riscos do uso do petróleo.

Conteúdo publicado por Sportinforma