Rio2016

06-08-2016 09:54

Polícia reprimiu manifestantes e deteve 35 pessoas

O protesto em São Paulo foi permanentemente acompanhado pelas autoridades.
polícia militar

Polícia militar foi reforçada para o dia de abertura dos Jogos

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Polícia Militar brasileira reprimiu na sexta-feira, com cassetetes e gás pimenta, manifestantes que iniciaram uma caminhada na Avenida Paulista, em São Paulo, para protestar contra a realização dos Jogos Olímpicos no país, e deteve 35 pessoas.

Desde o início que o protesto, iniciado ao final da tarde, foi acompanhado por policiamento ostensivo, com carros, motos e elementos da Tropa de Choque, escreve a Agência Brasil.

Numa longa faixa que os manifestantes exibiam lia-se: "Juventude combatente contra o massacre olímpico". Imagens televisivas mostram o uso da força contra alguns dos participantes no protesto e dezenas deles sentados no chão cercados pela polícia.

Segunda a polícia, citada pelo portal G1, 35 pessoas foram detidas.

A polícia justificou que os manifestantes lançaram pedras e paus contra os agentes e não definiram um itinerário.

O protesto decorreu pouco antes do início da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos 2016, no Rio de Janeiro, que terminarão a 21 de agosto.

A organização do evento no país tem sido alvo de vários protestos, por ocorrer numa altura em que o Brasil enfrenta uma profunda recessão e uma taxa de desemprego de 11,3%.

Conteúdo publicado por Sportinforma