Rio2016

08-08-2016 07:44

Marcos Freitas já conseguiu melhor classificação portuguesa de sempre, mas quer mais

O mesatenista português assegurou já um lugar no 'top-16'.
Marcos Freitas
Foto: ANTÓNIO COTRIM / LUSA

Marcos Freitas vai agora medir forças com o ucraniano de origem chinesa Lei Kou.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Marcos Freitas mostrou-se satisfeito por já ter conquistado domingo o melhor lugar de sempre de um português nuns Jogos Olímpicos, ao assegurar um lugar no ‘top-16’ do Rio2016, com um triunfo sobre o romeno Ovidiu Ionescu.

“Esta é a melhor classificação de sempre, pois já entrei nos 16 melhores, mas o objetivo é continuar a ganhar e a seguir em frente”, disse o jogador madeirense, após vencer o 78.º jogador da hierarquia por 11-9, 1-11, 11-5, 11-7 e 11-9, num embate que durou 14 minutos.

O 11.º jogador do ‘ranking’ mundial conseguiu um triunfo folgado, mas que não lhe pareceu fácil: “Foi uma boa vitória, num jogo muito complicado, frente a um jogador que já tinha ganhado dois jogos, um deles face ao austríaco Robert Gardos, com quem já perdi várias vezes”.

“Na última vez que o tinha defrontado, ganhei, mas ele teve três ‘match points’”, prosseguiu o jogador luso, acrescentando: “Estive melhor taticamente, pois mudei a tática e controlei o jogo todo, com exceção do segundo ‘set’”.

De acordo com Marcos Freitas, o 1-11 do segundo parcial ficou a dever-se a uma boa entrada do romeno, que ganhou “muita vantagem” de início e também teve “alguns pontos de sorte”.

“Face ao avolumar do resultado, decidi começar a pensar nos ‘sets’ seguintes”, explicou, na zona mista do Pavilhão número 3 do Complexo RioCentro.

Na quarta ronda, os oitavos de final, Marcos Freitas vai medir forças com o ucraniano de origem chinesa Lei Kou, que ocupa o 42.º lugar do ‘ranking’ mundial.

“É um j ogador muito forte, que já me ganhou, se bem que eu o tenho superado na última vez que o defrontei”, lembrou o jogador luso, antevendo o confronto marcado para as 17:00 locais de hoje (21:00 em Lisboa).

Conteúdo publicado por Sportinforma