Rio2016

08-08-2016 00:08

Público e Leandro Barbosa insuficientes para Brasil bater Lituânia no Basquetebol

A seleção da Lituânia ganhou claramente na altura e na eficácia dos três pontos.
Rio2016/Basquetebol: Brasil - Lituânia
Foto: AFP

Rio2016/Basquetebol: Brasil - Lituânia

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Um público ao rubro e uma grande exibição do NBA Leandro Barbosa quase permitiram ao Brasil recuperar de desvantagem de 30 pontos frente à Lituânia no basquetebol dos Jogos Olímpicos, na derrota 82-76 no Rio de Janeiro.

A Lituânia, que já conquistou três bronzes olímpicos, o último em 2000, e que é a terceira do 'ranking' mundial, chegou a liderar por 58-28 (e 68-39 no início da segunda parte), antes de Barbosa pegar na equipa, fazendo-a jogar e marcando 21 pontos.

“Não foi a nossa equipa na primeira parte. Estivemos mesmo muito mal defensivamente e eles aproveitaram. Depois tivemos uma atitude diferente e os fãs ajudaram.

Quase ganhamos, mas já fomos tarde”, lamentou Leandro Barbosa, que contribuiu para o título de 2015 dos Golden State Warriors, que esta época perderam a final.

O público apoiou de pé durante toda a segunda parte e quase ajudou ao milagre, como elogiou o selecionador Ruben Magnano: “Foram fantásticos. Conseguiram elevar o moral da equipa e quase conseguimos vencer. Apesar da derrota, estou contente com a equipa. Está ainda tudo em aberto. Vamos lutar.”

A seleção da Lituânia ganhou claramente na altura e na eficácia dos três pontos, mas quase cedia ao parcial de 37-4 aplicado pelo Brasil nos últimos 15 minutos, com 14 pontos de Raul Neto e 11 pontos e oito ressaltos de Nene Hilário, ambos da NBA.

“Perdemos o controlo e eles começaram a jogar mais agressivos. Quando lideras por 30 pontos, tendes a perder o foco”, explicou o capitão Robertas Javtokas, que chegou a ver os ‘canarinhos’ a quatro pontos (75-71), a dois minutos do fim.

Conteúdo publicado por Sportinforma