Rio'2016

09-08-2016 17:33

Célio Dias e Jorge Fonseca inspirados pelo bronze de Telma Monteiro

Os dois judocas vão competir esta quarta e quinta-feira.
Célio Dias renova contrato com o Benfica
Foto: Pedro Nunes

Célio Dias vincou a sua felicidade pelo bronze de Telma Monteiro

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Os judocas Célio Dias e Jorge Fonseca disseram hoje ter ficado inspirados pela medalha de bronze de Telma Monteiro nos -57kg, esperando fazer bons resultados nos Jogos Olímpicos Rio2016. “Não me sinto de todo nervoso. No mínimo sinto-me inspirado depois do desempenho de ontem [segunda-feira] da minha companheira de equipa Telma Monteiro, que tenho acompanhado de perto a luta dela e sei o quanto ela ambicionava esta medalha. Fiquei muito feliz por ela. Foi sobretudo uma inspiração”, disse Célio Dias.

Célio Dias compete na quarta-feira, na categoria de -90kg, enquanto Jorge Fonseca vai entrar em ação no dia a seguir, nos -100kg, naquela que vai ser a despedida do judo português do Rio de Janeiro. “O resultado da Telma inspira-nos bastante, trabalhámos ao lado dela e vimos o trabalho dela. Inspira-nos a todos nós, a mim e ao Célio, que somos os últimos agora, a lutar pelos nossos objetivos”, referiu Jorge Fonseca, que disse ter sido “brutal” assistir à conquista da companheira na segunda-feira.

Sobre o início da prova, Célio Dias, 21.º do mundo e que vai defrontar Celtus Dossou Yovo, do Benim, 220.º, garante que não está nervoso, mas “sobretudo focado” no que tem de fazer, que “é fazer bons combates”. “Acho que nos Jogos Olímpicos existem sempre várias surpresas, aqui ninguém é favorito. Quem quiser chegar às medalhas tem de lutar muito e estou preparado para lutar”, referiu Célio Dias, para quem uma surpresa é possível: “Se os outros conseguem, porque é que eu não hei de conseguir?”

Célio Dias afirmou que “antes de pensar na medalha”, tem de “pensar nos degraus da escada” que tem de percorrer, pois “é uma tarefa bastante difícil”. “Antes de pensar em medalhas, antes de pensar em celebrações, antes de pensar em todas as luzes que estão associados os Jogos Olímpicos, tenho de pensar realmente na minha missão e no que tenho de fazer para ganhar aos adversários que surgirem no meu caminho”, afirmou.

Jorge Fonseca aponta a fazer uma “grande prova”, mas quer pensar “combate a combate”, garantindo que “não se passa nada” com a lesão que o afastou da competição durante algum tempo. “Eu tenho essa vontade, espero fazer um grande resultado nos Jogos. Não posso prometer uma medalha, mas espero fazer um grande resultado nos Jogos”, afirmou.

Conteúdo publicado por Sportinforma