Jogos Olímpicos

10-08-2016 20:46

Ministro do Desporto de Cabo Verde espera presença condigna no Rio

Fernando Elísio Freire destacou as capacidades dos cinco atletas 'crioulos'.
Fernando Elísio Freire
Foto: INFORPRESS

Fernando Elísio Freire

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ministro do Desporto de Cabo Verde, Fernando Elísio Freire, disse hoje esperar uma participação condigna dos atletas do país, que começam a competir na sexta-feira nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Em declarações à agência Lusa à margem da tomada de posse da nova gestão do Estádio Nacional, Fernando Elísio Freire deixou uma mensagem de "muita confiança" e dizendo que o povo cabo-verdiano confia nas capacidades dos atletas.

"Sabemos que vão fazer de tudo para honrar o nome de Cabo Verde. A nossa medalha é a forma digna como os atletas nos vão representar", disse o ministro. Cabo Verde está representado nos Jogos Olímpicos por cinco atletas, dos quais o primeiro a competir será a velocista Lidiane Lopes, que disputa as eliminatórias dos 100 metros na sexta-feira, nesta que é a sua segunda participação, depois de Londres2012. No dia seguinte, será a vez de Davilson Morais entrar nas eliminatórias de boxe, na categoria de +91 kg. Na segunda-feira, Jordin Andrade entra na pista para as eliminatórias dos 400 metros barreiras, para dois dias depois Maria Andrade competir no taekwondo. O último atleta a entrar em cena será a Eliane Boal, que vai representar o país na ginástica rítmica.

Fernando Elísio Freire, que esteve no Brasil para a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos, aproveitou para dar os parabéns ao país, por ser o primeiro da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) a organizar uma competição de tal envergadura. "É uma competição muito importante, que exige muito esforço e o Brasil tem estado à altura desta grande competição. Aliás, aquilo que todos nós da CPLP estávamos à espera: o Brasil a afirmar a CPLP a nível mundial", salientou o governante.

Este é o maior número de atletas de sempre que Cabo Verde leva a Jogos Olímpicos, desde a sua primeira participação em Atlanta, em 1996, três anos após ser reconhecido pelo Comité Olímpico Internacional (COI).

Conteúdo publicado por Sportinforma