Rio2016

11-08-2016 15:42

Comitiva lusa para os Jogos Paralímpicos aumenta para 29 atletas

A lista atualizada dos atletas portugueses foi divulgada pelo Comité Paralímpico de Portugal.
Graça Fernandes
Foto: ESTELA SILVA / LUSA

Graça Fernandes beneficiou de uma realocação de vagas estabelecida pelo Comité Paralímpico Internacional (IPC).

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O número de atletas que vão representar Portugal nos Jogos Paralímpicos Rio2016 aumentou esta quinta-feira de 28 para 29, após a inclusão da atleta Graça Fernandes, que beneficiou de uma realocação de vagas estabelecida pelo Comité Paralímpico Internacional (IPC).

A lista atualizada dos atletas portugueses, de sete modalidades, que vão participar na competição, que decorrerá entre 7 e 18 de agosto, foi hoje divulgada pelo Comité Paralímpico de Portugal (CPP).

Graça Fernandes, de 47 anos, somará assim a sua quarta participação paralímpica, depois de ter marcado presença em Sydney2000 - onde conquistou a medalha de bronze nos 400 metros T38 (deficiência intelectual) -, Atenas2004 e Pequim2008.

Com a inclusão de Graça Fernandes, Portugal iguala, em número de atletas, a comitiva que participou nos Jogos Paralímpicos Barcelona92, que conquistou nove medalhas: três de ouro, três de prata e três de bronze, nas modalidades de atletismo (seis), boccia (uma), futebol (uma) e natação (uma).

Em relação aos Jogos Londres2012, Portugal ‘perdeu’ um atleta, descendo de 30 para 29, mas subiu de cinco para sete modalidades.

Naquela que será a nona presença consecutiva em Jogos Paralímpicos, Portugal leva na comitiva os quatro atletas que conquistaram medalhas há quatro anos: Lenine Cunha, Armando Costa, Luís Silva e José Carlos Macedo.

Mesmo com a inclusão de Graça Fernandes, o atletismo foi a modalidade que perdeu mais representantes, descendo de 15 para 10 atletas, mas apresenta cinco estreantes: Ana Filipe, Carolina Duarte, Cristiano Pereira, Hélder Mestre e Manuel Mendes.

Na lista figuram também Lenine Cunha, medalha de bronze no salto em comprimento em Londres2012, Jorge Pina, Inês Fernandes, e o regressado Luís Gonçalves.

Há quatro anos, Luís Gonçalves falhou os Jogos Paralímpicos Londres2012 por estar a cumprir uma suspensão por doping, tendo ficado impedido de defender a medalha de prata conseguida nos 400 metros T12 (deficiência intelectual) em Pequim2008.

No boccia, Portugal subiu de nove para 10 representantes, entre os quais figuram os três que conseguiram medalhas em Londres: Armando Costa, José Carlos Macedo e Luís Silva.

Na última edição dos Jogos Paralímpicos, os três atletas conquistaram a medalha de prata na prova de pares BC3, e José Carlos Macedo alcançou o bronze na prova individual de BC3.

Na natação, Portugal continuará a ter quatro atletas, todos já com experiência em Jogos Paralímpicos: David Grachat, Joana Calado, Nélson Lopes e Simone Fragoso.

Joana Calado é a única que não marcou presença nos Jogos Londres2012, depois de se ter estreado em competições paralímpicas há oito anos, em Pequim, com apenas 16 anos.

No ciclismo, Portugal vai estar representado por Luís Costa e Telmo Pinão, enquanto Ana Mota Veiga será cavaleira lusa nas competições de equitação.

Nas modalidades nas quais Portugal se estreia, Adelino Rocha será o representante no tiro, e Miguel Vieira no judo.

Conteúdo publicado por Sportinforma