Rio'2016

15-08-2016 16:43

Bazolo: "Esperava fazer melhor"

Atleta portuguesa ficou feliz, mas queria estar nas meias-finais dos 200 metros.
Lorene Bazolo ficou feliz, mas queria estar nas meias-finais dos 200 metros
Foto: FABRICE COFFRINI

Lorene Bazolo ficou feliz, mas queria estar nas meias-finais dos 200 metros

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A atleta Lorene Bazolo mostrou-se muito feliz por ter batido o seu recorde pessoal nos 200 metros dos Jogos Olímpicos Rio2016, mas lamentou não ter passado à meia-final.

"Estou muito feliz. Esperava fazer melhor, mas ainda assim estou feliz, porque era uma série muito forte. Vendo a lista antes de correr, parecia que não ia conseguir, mas disse para mim mesma que se cheguei aqui tinha de lutar", disse à agência Lusa.

Lorene Bazolo, que nasceu no Congo e se naturalizou portuguesa em maio passado, reconheceu que, apesar de a sua prestação nos 200 metros ter corrido bem - fixou um novo máximo pessoal de 23,01 segundos, dez centésimos melhor do que o anterior -, o seu objetivo era passar à meia-final.

"Seria mais fácil qualificar-me numa série menos forte, mas, por outro lado, ser mais rápida também ajuda, porque estás a lutar e lutar. Foi por isso que consegui bater o meu recorde pessoal", analisou a atleta do Sporting.

Na sua segunda presença em Jogos Olímpicos, a primeira com as cores de Portugal, Bazolo foi 30.ª nas eliminatórias, nas quais Marie-Josee Ta Lou, da Costa do Marfim, foi a melhor, com um tempo de 22,31 segundos.

"Acho que hoje fiz o meu melhor tempo da minha vida desportiva. Consegui isso com Portugal e estou muito feliz por isso", assumiu.

A atleta de 33 anos não quis traçar objetivos para os próximos Jogos Olímpicos, recordando que, antes de Tóquio2020, há muitas provas e campeonatos do mundo. "Vamos pensar em Tóquio2020 depois", concluiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma