Rio'2016

16-08-2016 08:14

Brasil agarra vaga para os 'quartos' do voleibol sobre a 'meta'

Vitória sobre a França permitiu ao Brasil seguir em frente na prova.
Jogadores brasileiros celebram a vitória sobre a França nos Jogos Olímpicos 2016
Foto: VANDERLEI ALMEIDA / AFP

Jogadores brasileiros de voleibol celebram a vitória sobre a França nos Jogos Olímpicos 2016

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Brasil apurou-se segunda-feira para o quartos de final do torneio de voleibol dos Jogos Olímpicos Rio2016, com um triunfo no último jogo da fase de grupos sobre a França, por 3-1, que custou a eliminação dos gauleses.

Itália (1.º classificado), Canadá (2.º), Estados Unidos (3.º) e Brasil (4.º), no grupo A, e Argentina (1.º), Polónia (2.º), Rússia (3.º) e Irão (4.º), do B, foram as seleções apuradas para os ‘quartos’, a disputar quarta-feira, no Maracanãzinho.

A inesperada dificuldade do vice-campeão olímpico e mundial Brasil em se apurar para os ‘quartos’, no grupo A, e o surpreendente primeiro lugar da Argentina no B, com os mesmos 12 pontos do campeão mundial Polónia e mais um do que campeão olímpico Rússia, foram os destaques da primeira fase.

Além dos sérios candidatos Brasil, Polónia, Rússia e do ‘outsider’ Argentina, sem títulos de relevo nos últimos anos, a Itália, medalha de bronze em Londres2012 e nos Europeus2015 e 4.ª classificada na Liga Mundial2016 é um candidato a ter em conta.

De acordo com os regulamentos competitivos dos torneios de voleibol, o primeiro classificado de cada um dos grupos cruza diretamente com o quarto, enquanto os 2.º e 3.º vão ainda ser submetidos a um sorteio.

Sendo assim, Itália-Irão e Brasil-Argentina são os únicos encontros já conhecidos dos ‘quartos’, uma vez que Canadá e Estados Unidos, do grupo A, e Polónia e Rússia, do B, vão ainda a sorteio cruzado entre as ‘poules’.

Pressionado pela vitória do Canadá frente à até então invicta Itália, por 3-1, pelos parciais de 25-23, 25-17, 25-16 e 25-21, a seleção brasileira foi obrigada a aplicar-se no jogo com o campeão europeu em título França, que venceu por 3-1, com 25-22, 22-25,265-20 e 25-23.

Com o triunfo alcançado frente aos transalpinos, o Canadá – que venceu por 3-0 Portugal na final do Grupo B da Liga Mundial2016 – ascendeu ao segundo lugar do grupo A, e vai agora esperar pelo sorteio para conhecer o seu adversário nos quartos de final.

Os Estados Unidos venceram o México, por 3-0, pelos parciais de 25-23, 25-11 e 25-19 e passaram aos quartos de final na terceira posição, `com os mesmos nove pontos do Canadá (2.º) e Brasil (4.º).

No grupo B, todas as seleções mantiveram as posições com que terminaram a jornada anterior e em que Argentina, Polónia, Rússia e Irão já tinham assegurado a presença nos ‘quartos’ e Egito e Cuba já estavam virtualmente eliminadas.

A Argentina confirmou o apuramento na primeira aposição do grupo com um triunfo frente ao Egito, por 3-0, pelos parciais de 25-16, 25-19 e 25-20, terminando com os mesmos 12 pontos da Polónia (2.º), que se impôs a Cuba, por 3-0, com 25-18, 25-15 e 25-17.

Valeu para o efeito, e apesar de a Polónia ter ganho à Argentina, por 3-0, a diferença de ‘sets’ favorável à seleção sul-americana que, de uma forma inesperada, termina a o grupo à frente não só dos polacos como da campeã olímpica Rússia.

A Rússia, uma das sérias candidatas às medalhas, encerrou a fase de grupos na terceira posição, a um ponto de Argentina e Polónia, com um triunfo frente ao Irão, por 3-0, pelos parciais de 25-23, 25-16 e 25-20, que passaram para os ‘quartos’ no quarto lugar.

O Egito, com três pontos amealhados frente a Cuba, terminou no quinto posto, seguido da seleção caribenha, sem qualquer ponto e apenas com um ‘set’ ganho (1-15), que se debateu com alguns problemas de última hora que afastaram vários jogadores.

Conteúdo publicado por Sportinforma