Rio 2016

17-08-2016 17:20

Michael Phelps elege o momento mais frustrante da sua carreira

Atleta norte-americano escolheu a derrota nos 200 metros mariposa como a pior da sua carreira.
Michael Phelps
Foto: ETTORE FERRARI / EPA

Michael Phelps

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Derrota não é sinónimo de Michael Phelps mas o nadador dos Estados Unidos tem umas quantas no seu currículo. Depois de ter conquistado mais uma medalha de ouro, o atleta revelou qual foi o momento mais triste da sua carreira. Para Phelps, a maior derrota da sua carreira ocorreu durante a prova dos 200 metros mariposa nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012. Em modo de lembrança, o atleta norte-americano perguntou-se porque não deu mais uma braçada na altura.


“Possivelmente, a derrota nos 200 metros mariposa em Londres foi a mais frustrante. Pensei que tinha a vitória na mão. Quando vi as imagens, perguntei-me porque não dei mais uma braçada. Foi aí que perdi porque Chad Le Clos deu-a, tocou antes de mim e venceu. Esse foi um dos motivos pelo qual voltei a nadar, para vencer a prova aqui no Rio”.


Sobre a presença nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Michael Phelps admitiu que parte do seu sucesso se deveu à forma física com que chegou ao Brasil. O nadador considera que está no pico de forma e que isso resultou em provas muito conseguidas.


“Cheguei, provavelmente, na melhor forma da minha vida. Fiz alguns testes e, por exemplo, apresento uma gordura corporal de 4,5 pontos percentuais, algo que é até demasiado baixo. Segui um estilo de vida muito saudável, não bebo há 22 meses. Fiz todos os sacrifícios necessários para me certificar que ia terminar a minha carreira como queria”.


Michael Phelps anunciou que estes foram os últimos Jogos Olímpicos em que participou. O atleta norte-americano retira-se das piscinas olímpicas com umas inacreditáveis 28 medalhas sendo que 23 foram de ouro.

Conteúdo publicado por Sportinforma