Rio2016

19-08-2016 12:08

Cabo-verdiana Elyane Boal estreia-se nos Jogos Olímpicos

A ginasta cabo-verdiana estreia-se esta sexta-feira.
Delegação Cabo Verde Jogos Olímpicos
Foto: INFORPRESS

Delegação cabo-verdiana aos Jogos Olímpicos.

Por SAPO Desporto c/ Inforpress sapodesporto@sapo.pt

A ginasta cabo-verdiana Elyane Boal, agraciada com um "Wild Card" (convite) da Solidariedade Olímpica, estreia-se esta sexta-feira às 12:20, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016.

Cabo Verde fez a sua estreia nos Jogos no dia 12 de agosto, com a velocista Lidiane Lopes que não passou da primeira fase, e no dia seguinte o pugilista Davilson Morais foi na mesma senda e perdeu por KO contra o inglês Joe Joyce, na categoria de -91 quilogramas.

A melhor prestação, até agora, foi de Jordin Andrade, que conseguiu passar à segunda meia-final, mas ao ficar no quarto lugar falhou o apuramento para a final, na categoria dos 400 metros barreiras.

Já a atleta cabo-verdiana Maria “Zezinha” Andrade perdeu o seu combate de estreia nos Jogos Olímpicos de Rio2016, em taekwondo, a favor da tailandesa Panipak Wongpattanakit, na categoria -49kg.

“Zezinha” foi derrotada por 18-6 no combate realizado na Arena Carioca, no Rio de Janeiro, mas em declarações à Inforpress a presidente do Comité Olímpico Cabo-Verdiano (COC), Filomena Fortes, considerou que a atleta cabo-verdiana foi muito combativa, chegando a estar à frente, em termos de pontuação, a dado momento da prova, conseguindo soltar aplausos por parte do público.

Cabo Verde conta com sete atletas nos Jogos do Rio: Maria Andrade, no taekwondo, Davilson Morais, no boxe, Jordi Andrade, nos 400 metros barreiras, Elyane Boal, na ginástica rítmica e Lidiane Lopes, no atletismo.

Márcio Fernandes, em lançamento de dardo, e Gracelino Barbosa nos 400 metros barreiras T-20 qualificaram-se por mérito próprio para os Jogos Paralímpicos.

Cabo Verde tem, assim, a maior comitiva de atletas de sempre para os Jogos Olímpicos, além de, pela primeira vez, ter a confirmação de três atletas qualificados por mérito próprio.

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro vão contar com a presença de 10.500 atletas de 205 países diferentes e é a primeira vez que acontecem na América do Sul.

Conteúdo publicado por Sportinforma