Rio 2016

21-08-2016 22:19

Basquetebol fecha com ouro participação dos Estados Unidos no Rio

Os Estados Unidos arrecadaram no basquetebol masculino a última medalha de ouro em disputa no Rio2016, atingindo assim 121 medalhas, o melhor do país com exceção de Los Angeles1984, Jogos boicotados pela União Soviética e aliados.
Basquetebol fecha com ouro participação dos Estados Unidos no Rio

Basquetebol fecha com ouro participação dos Estados Unidos no Rio

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Com todos os países em competição, nunca os norte-americanos tinham levado tantas medalhas para casa, ficando este valor ainda assim longe das 174 de Los Angeles.

As vedetas da NBA simbolizaram hoje muito bem esse poderio dos 'States' e, numa das suas modalidades nacionais, 'massacraram' a Sérvia por invulgares 30 pontos de diferença - 96-66.

O dia despedida dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro começara com a maratona masculina, que trocou a chegada no estádio olímpico por um muito mais emblemático sambódromo, inesperadamente escorregadio por causa da chuva.

Em condições francamente más, pela humidade, o triundo foi para o primeiro dos favoritos, o queniano Eliud Kipchoge, este ano vencedor da Maratona de Londres. Em oito maratonas disputadas, apenas não ganhou uma.

Kipchoge vem das provas de meio-fundo, em que chegou a ser campeão do mundo e vice-campeão olímpico de 5.000 metros, e confirma um talento imenso para a prova mais longa, deixando a mais de um minuto o etíope Feyisa Lilesa.

Os Estados Unidos fecharam em grande a sua presença nas corridas de meio-fundo e fundo - passaram a ser a terceira nação, depois de Quénia e Etiópia - e levam a medalha de bronze, com Galen Rupp.

A festa da jornada final foi também brasileira, mas no voleibol masculino, graças à vitória por 3-0 sobre a Itália. Na sua quarta final de seguida, os 'canarinhos' chegam ao 'tri' na modalidade.

A outra grande final de modalidades coletivas de hoje foi a do andebol masculino, com a Dinamarca a surpreender o favoritismo da França, que se apresentava como bicampeã. Pela primeira vez numa final olímpica, os nórdicos venceram por 28-26.

Também hoje, a Rússia venceu pela quinta vez seguida na ginástica rítmica por equipas e no cross-country de BTT ganhou o suíço Nino Schurter.

Nas últimas finais de boxe, o uzbequistão ficou com dois títulos, a França um e os Estados Unidos um também, e na despedida da luta livre houve ouros para Rússia e Estados Unidos.

Conteúdo publicado por Sportinforma