Jogos Olímpicos

22-11-2016 10:38

Responsável da missão do Quénia ao Rio2016 envolvido em desvio de material

Polícia encontrou caixas com equipamentos da Nike na casa de Bem Ekumbo, adjunto do chefe da missão do Quénia aos Jogos Olímpicos Rio2016.
Kipchoge Keino, presidente do Comité Olímpico do Quénia
Foto: TONY KARUMBA

Kipchoge Keino, presidente do Comité Olímpico do Quénia.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O adjunto do chefe da missão do Quénia aos Jogos Olímpicos Rio2016 foi hoje presente a tribunal depois de ter sido detido por envolvimento no desaparecimento de material doado por uma marca desportiva, que nunca foi entregue aos atletas.

De acordo com a polícia, foram encontradas na casa de Bem Ekumbo em Nairobi caixas com equipamentos da Nike, que nunca chegaram a ser entregues aos atletas.

Entre o material encontrado estavam sapatilhas, mochilas e fatos de treino novos, desenhados especialmente para a equipa do Quénia.

As autoridades abriram uma investigação a Ekumbo e outras pessoas, das quais não foram reveladas as identidades, por suspeitas de roubo, abuso de poder e negligência

Em setembro, foram detidos outros três dirigentes do Comité Olímpico do Quénia, no âmbito de uma investigação, pedida pelo governo, a uma série de escândalos e erros de responsáveis quenianos durante os Jogos Rio2016.

Conteúdo publicado por Sportinforma