João Vieira

11-08-2012 12:39

«Foi um dia muito difícil para mim»

O atleta luso emocionou-se por ter desistido, mas acredita que pode voltar no futuro a ser bem sucedido nos 50kms marcha.
«Foi um dia muito difícil para mim»

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O português João Vieira abandonou hoje a prova de 50 km marcha dos Jogos Olímpicos Londres2012 e viu a sua grande aposta transformar-se na maior desilusão, talvez porque tenha corrido demasiados riscos.

Animado pelo 11.º lugar alcançado há uma semana nos 20 km, com a sua melhor marca do ano, o atleta do Sporting ganhou motivação extra para a mais longa prova do programa do atletismo, dizendo então que sentia que poderia arriscar um pouco, mas não correu bem.

«Foi um dia muito difícil para mim. Acordei bem, sentia-me recuperado dos 20 km, mas exagerei muito no ritmo e não aguentei. Paguei a fatura do elevado ritmo do início, além de ter entrado um bocado desconcentrado, com uma falta no quadro cuja advertência não vi», disse João Vieira.

O marchador ambicionava um posto entre os 16 primeiros e acabou por desistir a menos de meio da corrida, depois de ter passado aos 20 km em 32.º, deixando o compatriota Pedro Isidro sozinho em prova. Nessa altura, o algarvio já estava a mais de três minutos do grupo da frente, encabeçado pelo russo Sergey Bakukin, campeão do Mundo, mas o "top-16" estava à distância de 20 segundos.

«Estava bem, mas comecei a ficar sem pernas a menos de meio e arrastei-me durante a última volta. Dediquei muito à preparação desta prova nestes Jogos e saio daqui bastante frustrado e desiludo comigo mesmo, mas vou continuar», disse João Vieira, que, aos 36 anos, passou pela sua terceira experiência Olímpica, depois das presenças em Sydney2000 (10.º nos 20 km) e em Pequim2008 (32.º nos 50 km).

Emocionado, sem conseguir evitar as lágrimas, João Vieira disse que «a vida de um atleta é assim mesmo» e deu a entender que não se deixará abater: «Há de haver mais provas de 50 km. Esta distância é o meu futuro».