Paraolímpicos

24-08-2016 14:06

Comitiva lusa no Rio2016 aumenta para 37 atletas devido à exclusão da Rússia

Portugal vai estar representado nos Jogos Paralímpicos Rio2016 por 37 atletas, mais oito que os inicialmente previstos, em consequência da redistribuição de quotas motivada pela exclusão da Rússia, devido a um sistema de doping organizado.
Jogos Olímpicos
Foto: Lusa

Jogos Olímpicos

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Assim, entre 07 e 18 de setembro, Portugal terá no Rio de Janeiro a terceira maior comitiva de sempre em Jogos Paralímpicos, depois de ter tido 52 representantes em Sydney2000 e 41 em Atenas2004.

A redistribuição de vagas, permitiu ao atletismo aumentar de 10 para 17 o número de representantes - com as entradas de Carina Paim, Érica Gomes, Gabriel Machi, Odete Fiuza, Mário Trindade, Miguel Monteiro e Nuno Alves - e à natação subir de quatro para cinco, com a inclusão de David Carreira.

Em relação aos Jogos Londres2012, Portugal ‘ganhou’ sete atletas, aumentando de 30 para 37, e subiu de cinco para sete modalidades.

Naquela que será a nona presença consecutiva em Jogos Paralímpicos, Portugal leva na comitiva os quatro atletas que conquistaram três medalhas há quatro anos: Lenine Cunha, Armando Costa, Luís Silva e José Carlos Macedo.

Com a inclusão de sete atletas, o atletismo aumentou em dois o número de representantes em relação a Londres2012, numa lista na qual figuram Lenine Cunha, medalha de bronze no salto em comprimento em Londres2012, e o regressado Luís Gonçalves.

Há quatro anos, Luís Gonçalves falhou os Jogos Paralímpicos Londres2012 por estar a cumprir uma suspensão por doping, tendo ficado impedido de defender a medalha de prata conseguida nos 400 metros T12 (deficiência visual) em Pequim2008.

No boccia, Portugal subiu de nove para 10 representantes, entre os quais figuram dois dos três que conseguiram medalhas em Londres: Armando Costa e José Carlos Macedo. Luís Silva, o outro medalhado em Londres2012, lesionou-se e será substituído por Mário Peixoto.

Na última edição dos Jogos Paralímpicos, os três atletas conquistaram a medalha de prata na prova de pares BC3, e José Carlos Macedo alcançou o bronze na prova individual de BC3.

Na natação, Portugal aumentou de quatro para cinco representantes, em relação a Londres 2012, sendo David Carreira o único atleta estreante em Jogos Paralímpicos.

No ciclismo, Portugal vai estar representado por Luís Costa e Telmo Pinão, enquanto Ana Mota Veiga será cavaleira lusa nas competições de equitação.

Nas modalidades nas quais Portugal se estreia, Adelino Rocha será o representante no tiro, e Miguel Vieira no judo.

Conteúdo publicado por Sportinforma