Paralímpicos2016

09-09-2016 07:35

Luís Gonçalves quer "fechar o ciclo em beleza" com uma medalha

Portugal está representado por 37 atletas em sete modalidades.
Luís Gonçalves
Foto: DR

Luís Gonçalves quer "fechar o ciclo em beleza" com uma medalha

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O atleta português Luís Gonçalves assumiu na quinta-feira que quer fechar "o ciclo em beleza" com a conquista de uma medalha na final dos 400 metros T12 (deficiência visual) dos Jogos Paralímpicos Rio2016.

“Vou dar o meu melhor”, disse o atleta na quinta-feira depois de ter assegurado um lugar na final, agendada para as 19:31 (23:31 em Lisboa) de sexta-feira, admitindo que “conquistar uma medalha será seria fechar o ciclo [paralímpico] em beleza”.

Emocionado por voltar a uma final paralímpica, oito anos depois de ter conquistado a prata na mesma prova nos Jogos Pequim2008, Luís Gonçalves reconheceu que ter vencido a sua série nas meias-finais “foi uma motivação extra”.

Depois de ter sido segundo na sua série nas eliminatórias da manhã, com o tempo de 49,60 segundos – melhor marca pessoal da época - Luís Gonçalves foi, durante a tarde, o mais rápido na primeira série das meias-finais, com 49,93.

“Esta está ganha, e a final está garantida”, disse o atleta do Sporting, acrescentando: “O que passou passou, e o céu é o limite”.

Aos 28 anos, Luís Gonçalves admitiu estar “muito mais forte do que há oito anos” considerando que a “idade nem sempre é uma desculpa”.

Depois de ter estado suspenso entre 2012 e 2014 devido a um controlo de doping positivo - que o impediu de participar nos Jogos Londres2012 -, Luís Gonçalves sagrou-se campeão mundial dos 400 metros T12 em 2015, no Qatar.

Nos Jogos Paralímpicos Rio2016, nos quais Portugal está representado por 37 atletas em sete modalidades, Luís Gonçalves vai ainda competir nos 200 metros.

Conteúdo publicado por Sportinforma