Jogos Paralímpicos

10-09-2016 16:23

Mário Trindade orgulhoso do sexto lugar nos 100 metros T52

O atleta luso de 41 anos confessou que o grande objetivo era "a final".
Mário Trindade na viagem de Vila Real a Fátima em cadeira de rodas
Foto: Lusa

Mário Trindade

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O atleta português Mário Trindade terminou hoje na sexta posição a final dos 100 metros T52 (deficiência motora) dos Jogos Paralímpicos Rio2016, resultado que considerou “fenomenal”. “O meu grande objetivo era a final (...). Esse já tinha ficado garantido ontem [sexta-feira], hoje era só desfrutar e fazer o melhor tempo”, explicou o atleta no final, lembrando que a marca conseguida, 18,19 segundos, é exatamente igual à do campeão europeu, o suíço Beat Boesch, que foi quinto.

“Sabíamos que chegar às medalhas era muito complicado, mas concretizei um sonho com muitos anos”, disse o atleta, acrescentando que agora vai descansar até ao próximo desafio.

Mário Trindade, que compete em cadeira de rodas, vai voltar ao estádio ‘Engenhão’ no dia 12 para disputar as eliminatórias dos 400 metros. “Nesta distância tenho uma marca aquém do que tinha previsto, 1.07 minutos, por isso o meu objetivo é melhorá-la e, se possível, chegar à final”, disse Mário Trindade, de 41 anos.

O atleta, que se estreia em competições paralímpicas, admitiu que sair dos Jogos Rio2016 com presença em duas finais o deixaria realizado: “Sempre disse que se se saísse daqui com duas finais sentir-me-ia mais do que realizado e isso compensa tudo o que passei nos dois últimos”.

O norte-americano Gianfranco Iannotta, com o tempo de 17,17 segundos, conquistou o ouro, tendo o seu compatriota Raymond Martin (17,25) ficado com a prata, e o mexicano Salvador Mondragon (17,69) arrecadado a medalha de bronze.

Conteúdo publicado por Sportinforma