Jogos Paralímpicos

10-09-2016 09:14

Portugal pode disputar três finais, um dia depois da primeira medalha

O terceiro dia dos Jogos Paralímpicos fica marcado pelo início das competições de boccia.
Mário Trindade na viagem de Vila Real a Fátima em cadeira de rodas
Foto: Lusa

Mário Trindade vai competir na corrida decisiva dos 100 metros T52

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Portugal vai marcar hoje presença em pelo menos, duas finais de atletismo nos Jogos Paralímpicos Rio2016, depois de na sexta-feira ter conquistado a sua primeira medalha na competição, também numa prova de atletismo.

No estádio Engenhão, Inês Fernandes vai participar, a partir das 10:38 (14:38 em Lisboa) na final do peso F20 (deficiência intelectual), e 10 minutos depois, Mário Trindade participa na corrida decisiva dos 100 metros T52, prova para atletas que correm em cadeira de rodas.

Às 12:02 (16:02 em Lisboa), Carolina Duarte disputa as eliminatórias dos 100 metros T13 (deficiência visual), distância na qual é campeã europeia.

O número de portugueses em finais dos Jogos Paralímpicos, competição que reúne no Brasil até 18 de setembro cerca de 4.350 atletas, pode aumentar para três, caso a nadadora Simone Fragoso consiga durante as eliminatórias da manhã garantir um lugar na final dos 50 metros mariposa S5, agendada para a tarde.

O terceiro dia dos Jogos Paralímpicos fica marcado pelo início das competições de boccia, modalidade na qual Portugal tem excelentes resultados internacionais, com a entrada em acção dos pares BC3 e BC4 e de equipas BC1/BC2.

Portugal, que está representado nos Jogos Paralímpicos por 37 atletas, conquistou na sexta-feira a sua primeira medalha na competição, com Luís Gonçalves a alcançar o bronze na prova dos 400 metros T12 (deficiência visual).

Conteúdo publicado por Sportinforma