Jogos Paralímpicos

15-09-2016 23:56

Cavaleira Ana Mota Veiga termina prova individual em 21.º

A cavaleira, de 42 anos, admitiu que quer continuar a trabalhar, não descartando a hipótese de marcar presença nos Jogos Tóquio2020.
Jogos Paralímpicos arrancam esta semana no Rio
Foto: AFP

Jogos Paralímpicos arrancam esta semana no Rio

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A cavaleira portuguesa Ana Mota Veiga terminou hoje na 21.ª posição, com 66.217 pontos, a prova individual mista do grau Ia, para atletas com paralisia cerebral, do torneio equestre dos Jogos Paralímpicos Rio2016.

A britânica Sophie Christiansen conquistou o ouro, com um total de 78.217 pontos, deixando a prata para a sua compatriota Anne Dunham (74.348) e o bronze para o brasileiro Sérgio Oliva (73.348).

No final, Ana Mota Veiga, que montou o cavalo Convicto, admitiu que "a pontuação poderia ter sido um pouco melhor", apesar de considerar que "a prova correu bem".

Ana Mota Veiga fez um balanço muito satisfatório da sua estreia em Jogos Paralímpicos: “Foi uma experiência bastante positiva. Evolui bastante em relação a outras provas do género em que participei, nomeadamente campeonatos do mundo. No que diz respeito à nota, também evolui, o que demonstra que o trabalho tem sido bem feito"

A cavaleira, de 42 anos, admitiu que quer continuar a trabalhar, não descartando a hipótese de marcar presença nos Jogos Tóquio2020.

“Para o futuro, contamos continuar a trabalhar e arranjar mais patrocínios, para que possa ir no próximo ano ao Campeonato da Europa e tentar chegar aos Jogos de Tóquio”, afirmou.

Os Jogos Paralímpicos Rio2016, que terminam no domingo, contam com a participação de cerca de 4.350 atletas, oriundos de 160 países, entre os quais 37 portugueses.

Conteúdo publicado por Sportinforma