Ciclismo

09-04-2010 19:59

Equipa BMC suspende Ballan e Santambrogio devido a investigação sobre doping

A equipa BMC Racing anunciou hoje a suspensão dos ciclistas italianos Alessandro Ballan, campeão do Mundo de fundo em 2008, e Mauro Santambrogio, devido a uma investigação sobre uma suposta rede de tráfico e uso de doping.
Equipa BMC suspende Ballan e Santambrogio devido a investigação sobre doping

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Em comunicado, a equipa norte-americana explica que Ballan estará ausente da corrida Paris-Roubaix, que já terminou por duas vezes na segunda posição (2006 e 2008), devido à suspensão provisória, tal como o seu compatriota Santambrogio, alvos da mesma investigação, encetada pelas autoridades da cidade italiana de Mântua.

“A BMC Racing Team e os seus elementos não conheciam esta investigação até há alguns dias e esperam obter mais informação sobre o seu desenvolvimento”, pode ler-se no comunicado.

Na mesma mensagem, a formação anuncia a decisão de “retirar os dois da competição como defendem as próprias políticas da BMC Racing Team e do Código de Conduta da UCI (União Ciclista Internacional)”.

A equipa salvaguarda que esta medida não deve ser interpretada como uma “predeterminação de culpa” dos corredores, que devem responsar, pessoalmente, às acusações perante as autoridades italianas.

A BMC Racing Team assegura que os motivos para a investigação a Ballan e Santambrogio ocorreram há mais de dois anos, quando ambos corriam na equipa italiana Lampre.

Os dois corredores constam numa lista de 35 indivíduos que as autoridades de Mântua investigam por possível fraude desportiva, decorrente da participação numa rede de tráfico e uso de substâncias dopantes.

Ao serviço da Lampre, Santambrogio participou na última Volta a Portugal em bicicleta, tendo terminado a 3.ª etapa, com chegada à Guarda, no segundo lugar, atrás de Cândido Barbosa (Palmeiras Resort-Tavira).