Ciclismo/Dauphiné

12-06-2010 19:50

Contador e Brajkovic num "sprint" que deixou tudo igual no Alpe d’Huez

Contador venceu a etapa rainha do Critério Dauphiné.
Contador e Brajkovic num

Por SAPO Desporto c/LUSA sapodesporto@sapo.pt

O ciclista espanhol Alberto Contador (Astana) ganhou hoje a etapa rainha do Critério Dauphiné, num raro “sprint” no Alpe d’Huez, à frente do líder da corrida, o esloveno Janez Brajkovic (RadioShack), após 151 quilómetros, desde Crolles.

Nenhum dos vários ataques do bicampeão do Tour e da Volta ao Algarve deixou o detentor da camisola amarela para trás nos derradeiros 13 quilómetros da dura ascensão final e Contador teve de contentar-se nesta sexta tirada com a primeira vitória naquela mítica “montanha”, em 4:31.03 horas.

“Já cá canta. Ontem (sexta feira) estive a ver vídeos da subida, com Pantani, Armstrong e outros. Enquanto me deitava, pensava que seria bonito ganhar aqui e aconteceu. Estou muito feliz. Foi um bom teste”, disse Contador.

O polaco Sylwester Szmyd (Liquigas) alcançou a terceira posição, com 17 segundos de atraso para o duo da frente.

Na classificação geral, Brajkovic manteve Contador à distância confortável de 1.41 minutos, no segundo lugar, “caindo” o norte-americano Tejay Van Garderen para o terceiro posto, a 2.41 minutos do topo.

O português Sérgio Paulinho (RadioShack) teve de se aplicar nas outras “montanhas” do dia (Grand Cucheron e Glandon), trabalhando para manter Brajkovic como líder, e segue na 86.ª posição, a 47.30 minutos.

Domingo, na sétima e última etapa da prova, o percurso vai ter um total de 150 quilómetros, entre Allevard les Bains e Sallanches.