Eventos Desportivos Brasil

19-07-2010 18:57

Lula anuncia investimentos de 2,6 mil milhões de euros

O governo brasileiro vai investir mais de 6,2 mil milhões de reais (mais de 2,6 mil milhões de euros) em portos e aeroportos, tendo em vista a organização do Mundial2014 de futebol e os Jogos Olímpicos Rio de Janeiro2016.
Lula anuncia investimentos de 2,6 mil milhões de euros

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente Lula da Silva assinou hoje uma medida provisória para reduzir a burocracia e facilitar o financiamento de obras destinadas aos dois eventos desportivos, tendo sido anunciada a prioridade dada aos portos e aeroportos.

Os portos vão beneficiar de investimentos no valor de 740 milhões de reais (311 milhões de euros), enquanto as melhorias a realizar nos aeroportos vão custar 5,5 mil milhões reais (2,3 mil milhões de euros).

A medida define os recursos e os cronogramas das obras para 13 aeroportos e sete portos.

O valor será destinado à revitalização dos terminais portuários de Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus, Rio de Janeiro e Santos.

Segundo o governo, os portos terão um papel importante no turismo porque permitirão aos navios de cruzeiros atracar nessas cidades para servir de hotéis temporários durante o Mundial2014.

O conjunto de ações assinado por Lula da Silva faz parte da Matriz de Responsabilidades para o Mundial2014, um termo de compromisso firmado em Janeiro deste entre a União, os estados e os municípios que vão acolher os jogos.

Inicialmente, foram contempladas as questões de mobilidade urbana e os estádios. Agora, o Governo incluiu também os portos e os aeroportos entre os eixos de prioridade.

Lula da Silva rebateu as críticas dos supostos atrasos do Brasil na organização do Mundial.

“Outro dia alguém disse que já tínhamos perdido dois anos e oito meses desde que o Mundial foi outorgado ao Brasil e que não fizemos nada”, declarou, referindo-se às declarações do secretário executivo da FIFA, Jerome Valcke, sobre a lentidão das obras, sobretudo nos aeroportos.

A Matriz de Responsabilidade para planear os empreendimentos é uma das exigências da FIFA aos países que organizam o Mundial.

O compromisso define as atribuições de cada ente federado na preparação do Campeonato do Mundo.