Golfe

10-08-2011 17:56

Ricardo e Hugo Santos no Portugal Masters

Os irmãos Ricardo e Hugo Santos poderão contar com um entusiástico «factor casa» no Portugal Masters, de 13 a 16 de Outubro, depois de terem garantido a qualificação para a Omega Mission Hills World Cup.
Ricardo e Hugo Santos no Portugal Masters

Por Sapo Desporto sapodesporto@sapo.pt

Os irmãos Santos tornaram-se nos primeiros portugueses desde 2008 a garantir o apuramento para a Omega Mission Hills World Cup e serão a terceira dupla de irmãos a competir este ano, ao lado dos colombianos Camilo e Manuel Villegas e dos campeões em título, os italianos Edoardo e Francesco Molinari.

Mas antes disso, Ricardo e Hugo reunir-se-ão de novo no Oceânico Victoria Golf Course, em Vilamoura, integrando uma forte lista de inscritos no Portugal Masters, que inclui o vencedor do ano passado, o australiano Richard Green.

«O Portugal Masters é, para mim, o mais importante evento do ano. Tanto para o meu irmão como para mim foi um passo muito importante a qualificação para a Taça do Mundo e poderemos receber uma injecção de confiança quando jogarmos juntos em casa, no Portugal Masters».

«Esperemos que estes resultados ajudem Portugal a produzir mais jogadores de golfe de classe mundial nos próximos anos», acrescentou o actual nº1 do ‘ranking’ da PGA de Portugal.

No ano passado, Ricardo Santos esteve na luta pelo título nos três primeiros dias e partiu para a última volta empatado no 6º lugar, a apenas 5 pancadas do líder, o espanhol Pablo Martin, mas terminou no 48º posto, devido a um derradeiro cartão em 77 pancadas, 5 acima do Par.

O algarvio de 28 anos, que lidera o ‘ranking’ do European Challenge Tour, já garantiu praticamente o cartão para o European Tour do próximo ano e acredita que poderá voltar a ser uma força em Outubro no Oceânico Victoria Golf Course.

«Creio que posso fazer muito melhor este ano. Melhorei muito como jogador neste último ano. Por outro lado, éo meu ‘home course’, pelo que conheço muito bem o campo. Quando estou em casa, énesse percurso que treino todos os dias e isso poderá dar-me uma vantagemdeterminante»,explicou.

Ricardo Santos admitiu que «seria um sonho concretizado» se o título do Portugal Masters fosse decidido no último dia entre ele e o seu irmão mais velho, Hugo, de 31 anos, o actual nº1 da Ordem de Mérito da PGA de Portugal, mas acrescentou muito rapidamente: «Desde que fosse eu a ganhar, claro».