Râguebi

30-04-2014 14:16

Portugal organiza em 2015 oitavo Troféu Mundial de juniores

O presidente da Federação considera que "é o evento mais importante organizado em Portugal".
Portugal organiza em 2015 oitavo Troféu Mundial de juniores

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Portugal vai organizar em maio de 2015 a oitava edição do Troféu Mundial de juniores de râguebi, prova que serve de qualificação para o Mundial de juniores da modalidade, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Râguebi (FPR).

A competição decorrerá no Centro de Alto Rendimento de Râguebi do Jamor (em Oeiras), onde se disputará a final, e no Estádio Universitário de Lisboa, com a presença de oito seleções, divididas em dois grupos.

A seleção portuguesa tem presença assegurada, com o estatuto de anfitriã, pelo que será a segunda vez que participa num Troféu Mundial. Em 2013, no Chile, a seleção sub-20 de râguebi portuguesa ficou no sexto lugar.

"Este torneio é provavelmente o evento de râguebi mais importante a ser organizado em Portugal", considerou o presidente da FPR, Carlos Amado da Silva, em conferência de imprensa hoje na sede da entidade, em Lisboa.

O mesmo responsável explicou que o International Rugby Board, a entidade que gere o râguebi a nível mundial, escolheu Portugal num duelo direto com o Canadá. Inicialmente, também a Espanha esteve entre os candidatos a organizar o evento.

"Espero que as obras no Centro de Alto Rendimento [do Jamor] estejam concluídas nessa altura, para que possamos beneficiar dessas inovações", salientou o responsável da FPR.

A seleção portuguesa tem presença assegurada, com o estatuto de anfitriã, pelo que será a segunda vez que participa num Troféu Mundial. Em 2013, no Chile, a seleção sub-20 de râguebi portuguesa ficou no sexto lugar.

A organização do torneio custará cerca de meio milhão de euros, acrescentou Carlos Amado da Silva, explicando que o Estado português já se comprometeu a ajudar financeiramente a FPR, mas que a grande componente do orçamento é assegurada pelo International Rugby Board.

"[O orçamento da organização do Troféu Mundial] rondará o meio milhão de euros. Com participação do Estado português, mas, globalmente, a participação forte é da IRB", sublinhou.

Presente na conferência de imprensa, diretor técnico da federação, Tomás Morais, considerou que a organização do Troféu Mundial em Portugal trará "alta motivação" aos escalões jovens.

"A participação no Trophy do Chile deu-nos a clara lição de que é naquele nível que a nossa seleção sub-20 tem de estar, porque ali temos a segunda franja do râguebi mundial, que neste momento se aproxima a olhos vistos da primeira. Portanto, nós precisamos de competir àquele nível e eu penso que este torneio em Portugal será de uma alta motivação para os escaloes sub-16, sub-18 e mesmo sub-23", considerou o responsável por todas as seleções da federação.

Em última análise, acrescentou, subirá o nível e o número de jogadores formados em Portugal no 15 da seleção sénior.

Tomás Morais revelou ainda que a modalidade do râguebi tem vindo a crescer a um nível exponencial em Portugal, com o número de praticantes a crescer uma vez e meia em 12 anos.

"Desde 2003 temos mais 152 por cento de jogadores no râguebi e queremos valorizar claramente a preparação desses jogadores. Isto, porque sabemos que, numa modalidade com raízes amadoras, ou há objetivos de competição ou os jovens não têm objetivos a 10 anos e para eles jogar nos Lobos é uma visão meramente filosófica", explicou.
Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa