Artes marciais

08-09-2016 12:10

Oito desaparecidos intrigam autoridades da Coreia do Sul

Oito participantes de um torneio de artes marciais desaparecidos na Coreia do Sul.
Fotografia datada de 23 de janeiro de 2015, mostra o combate entre dois lutadores durante o 12.º Open Europeu de Jiu-Jitsu
Foto: Manuel de Almeida

Combate de Jiu-Jitsu

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Setes atletas e um treinador de várias nacionalidades desapareceram em Cheongju, Coreia do Sul, onde iam participar num torneio de artes marciais, informou hoje a agência Yonhap.

Entre os desaparecidos encontram-se três lutadores de jiu jitsu, do Sri Lanka, quatro de luta livre, do Tajiquistão, e um treinador de wushu, da Uganda.

Os atletas desapareceram entre sábado e domingo, sendo que, os lutadores de jiu jitsu abandonaram o hotel onde estavam instalados deixando os passaportes, bilhetes de avião e outros pertences.

A organização do torneio contactou o Serviço Nacional de Inteligência da Coreia do Sul e as autoridades de imigração, que iniciaram os trabalhos de busca.

A principal suspeita recai sobre a saída ilegal dos atletas do país.

Conteúdo publicado por Sportinforma