Rússia

14-09-2016 14:37

Ministro dos Desportos nega envolvimento na 'pirataria' à AMA

AMA anunciou que um grupo russo de ciber-espionagem tinha quebrado a segurança e entrado no sistema informático do organismo.
Press conference of Russian Sports Minister Vitaly Mutko
Foto: Lusa

Vitaly Mutko, ministro dos Desportos da Rússia

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ministro dos Desportos da Rússia, Vitaly Mutko, negou hoje que tenha havido qualquer envolvimento do seu governo na alegada ‘pirataria’ ao sistema informático da Agência Mundial Anti-Doping (AMA).

Vitaly Mutko, que falava à margem do Congresso Extraordinário da UEFA, que elegeu o esloveno Aleksander Ceferin como novo presidente, refutou as insinuações de ligações do governo russo ao grupo de ‘hackers’ que, depois de aceder ao banco de dados da AMA, divulgou dados da ginasta Simone Biles e das tenistas Venus e Serena Williams (todas dos Estados Unidos).

Em comunicado, a AMA anunciou que um grupo russo de ciber-espionagem, denominado por Tsar Team (APT28), também conhecido por ‘ursos extravagantes’, tinha quebrado a segurança e entrado no sistema informático do organismo.

“Como é que podem provar que a pirataria informática aos computadores da AMA foi feita a partir da Rússia. Culpam a Rússia por tudo”, disse ainda Vitaly Mutko.

O ministro russo dos Desportos acrescentou que não sabia nada do caso e manifestou ainda preocupação face à possibilidade de também os atletas russos poderem ser vítimas da ‘pirataria’.

Conteúdo publicado por Sportinforma