Surf

28-03-2017 22:24

Nazaré domina candidaturas a prémio de ondas gigantes

Quatro das cinco nomeadas para o prémio XXL de maior onda gigante da Liga Mundial de Surf (WSL) ocorreram na Nazaré.
Nazaré recebe primeira prova europeia do Mundial de surf em ondas grandes
Foto: EPA/Miguel A. Lopes

Onda gigante na Nazaré

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Quatro das cinco nomeadas para o prémio XXL de maior onda gigante da Liga Mundial de Surf (WSL) ocorreram na Nazaré, entre as quais uma protagonizada pelo português Hugo Vau, anunciou hoje a organização.

O açoriano Hugo Vau repete a nomeação para o galardão de onda ‘XXL’, com uma onda apanhada em 24 de outubro de 2016, juntamente com outros três protagonistas desse dia na Praia do Norte, casos do italiano Francisco Porcella e do alemão Sebastian Steudtner, atual detentor do prémio. Já o havaiano Trevor Sven Carlson surge entre os nomeados, também com uma onda apanhada na Nazaré, em 23 de dezembro último.

Os quatro ‘nazarenos’ concorrem com o havaiano Kai Lenny, escolhido graças a uma onda em Jaws, no Havai, na cerimónia que está marcada para o próximo dia 29 de abril, em Huntington Beach, na Califórnia.

“Uma óbvia tendência esta temporada é a contínua emergência da Nazaré, em Portugal, como um viveiro de ondas gigantes. Virtualmente desconhecida como local de ondas gigantes até há seis ou sete anos, a adormecida vila piscatória alcançou nove nomeações este ano (…) mais do que qualquer outro lugar no mundo”, sublinhou a organização, em comunicado.

Além desta categoria, a Nazaré surge ainda duas vezes na categoria de onda do ano, com o brasileiro Lucas ‘Chumbo’ Chianca e o italiano Francisco Porcella, frente ao norte-americano Ben Andrews, ao havaiano Billy Kemper e ao australiano Jamie Mitchell, com ‘cavalgadas’ em Maverick’s, na Califórnia, em Jaws e em Puerto Escondido, no México.

Trevor Sven Carlson e Lucas ‘Chumbo’ Chianca repetem a nomeação no prémio para a onda apanhada na remada, juntamente com o australiano Jamie Mitchell, que concorre também com uma onda nazarena. Os seus opositores são os norte-americanos Ben Andrews e Christopher Mashburn, com manobras em Maverick’s.

Sem qualquer nomeado para a categoria de tubo do ano, a Nazaré volta a estar em destaque nas quedas, com a presença dos ‘wipeouts’ do britânico Tom Lowe e do chileno Rafael Tapia, concorrentes dos azares dos norte-americanos Wilem Banks e Nathan Florence, ambos em Maverick’s, e do australiano Danny Griffiths, na Tasmânia.

Na anterior edição dos prémios XXL da WSL, a onda apresentada por Hugo Vau, que faz parte da equipa de Garrett McNamara, foi superada pela de Sebastian Steudner, igualmente surfada em 11 de dezembro de 2014, na Praia do Norte.

Conteúdo publicado por Sportinforma